Banco do Brasil disponibilizará R$ 1 bilhão para cafeicultores

Recursos serão complementares aos R$ 3,16 bilhões oriundos do Fundo de Defesa da Economia Cafeeira (Funcafé), anunciados ontem pelo Ministério da Agricultura

Divulgação

Foto: Divulgação / SP Notícias

Recursos financiarão linhas de aquisição, estocagem e comercialização de café

O Banco do Brasil (BB) irá disponibilizar R$ 1 bilhão de recursos controlados do crédito rural, a taxa de juros de 5,5% ao ano, para financiar as linhas de aquisição, estocagem e comercialização de café. O BB explicou que os recursos serão complementares aos R$ 3,16 bilhões oriundos do Fundo de Defesa da Economia Cafeeira (Funcafé), anunciados ontem pelo Ministério da Agricultura.
>>Dilma anuncia contratos para três milhões de sacas de café com preços de R$ 346 cada

>>Presidente da comissão do café da CNA aprova pacote de apoio ao setor

O BB é um dos agentes financeiros que repassa recursos do Funcafé para atender os cafeicultores, cooperativas e as empresas da cadeia produtiva (torrefação e indústria), para financiamentos do custeio, colheita, estocagem, capital de giro e comercialização. As operações também têm juros de 5,5% ao ano.
Segundo o banco, "a medida contribui para a melhor distribuição da oferta do produto em condições favoráveis, privilegiando a estocagem como forma de controlar o fluxo de oferta e reduzir a oscilação de preços, com reflexos positivos sobre a renda do setor".
Ranking

No balanço do Ministério da Agricultura, até o dia 31 de julho, o Banco do Brasil aparece como principal agente financeiro do Funcafé, com R$ 597,2 milhões, que correspondem a 26,4% do montante de recursos aplicados (R$ 2,71 bilhões). Os financiamentos para estocagem feitos pelo BB somavam até o mês passado R$ 274,3 milhões e para custeio R$ 233,8 milhões. O segundo agente financeiro em repasses do Funcafé até julho era o Santander (R$ 180,1 milhões), seguido do Itaú BBA (R$ 152,9 milhões), Votorantim (R$ 130,38 milhões) Itaú Unibanco (R$ 126,9 milhões) e a cooperativa Crediminas (R$ 115,6 milhões).

Agência Estado

Fonte: Ruralbr

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *