Baixa oferta segue provocando alta nos preços da soja, avalia Cepea

Negociações realizadas têm sido para entregas futuras, com expectativas de aumento da área da oleaginosa para a safra 2012/2013

Adriana Franciosi / Agencia RBS

Foto: Adriana Franciosi / Agencia RBS

Mercado da soja segue valorizado, em função da baixa oferta, conforme Cepea

Os preços da soja em grão seguem em alta no mercado brasileiro, de acordo com dados do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea). Segundo os pesquisadores, abaixa disponibilidade da oleaginosa tem influenciado vendedores a elevar os preços da matéria-prima. Além disso, a escassez do produto tem deixado grande parte dos agentes fora do mercado spot, com preços apenas nominais.

De modo geral, têm sido realizadas negociações para entregas futuras, com expectativas de aumento na área de soja para a safra 2012/2013 e com otimismo quanto à produção e produtividade da oleaginosa. Entre 3 e 10 de agosto, o Indicador Esalq/BM&FBovespa (produto transferido para armazéns do porto de Paranaguá) teve elevação de 1,2%, finalizando em R$ 84,00 por saca de 60 quilos nesta sexta, dia 10.

Ao ser convertido para dólar (moeda prevista nos contratos futuros da BM&FBovespa), o Indicador fechou a US$ 41,67 por saca de 60 quilos, com elevação de 1,8% no mesmo período. A média ponderada das regiões paranaenses, refletida no Indicador Cepea/Esalq, finalizou a R$ 81,69 por saca de 60 quilos na sexta, com alta de 0,8% em sete dias.

>>> Confira o site Cotação

CEPEA

Fonte: Ruralbr

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *