Bactéria pode ter matado bovinos

Exames laboratoriais para atestar causas devem sair em até 20 dias

 54 animais morreram na propriedade localizada na região das Missões<br /><b>Crédito: </b>  ODAIR KOTOWSKI / ESPECIAL / CP

54 animais morreram na propriedade localizada na região das Missões
Crédito: ODAIR KOTOWSKI / ESPECIAL / CP

Uma das bactérias conhecidas por clostridioses é a suspeita clínica apontada pela Inspetoria Veterinária e Zootécnica da Secretaria da Agricultura de Santo Angelo para a morte de 54 cabeças de gado de corte e de leite, numa propriedade na localidade de Carajazinho, interior do município de Entre-Ijuís, na Região das Missões.
Conforme o veterinário Juarez Dalla Corte, todos os animais mortos apresentavam edema subcutâneo, sintoma característico em casos de clostridioses. Existem sete tipos de clostridius que causam várias doenças ao rebanho. Dentre elas, o carbúnculo, que é resistente no solo e atua de forma oportunista após períodos extensos de estiagem, quando, frequentemente, há uma queda de imunidade dos animais. Mas só exames laboratoriais que serão feitos na Universidade de Cruz Alta (Unicruz) poderão confirmar o que matou os animais e determinar qual é a bactéria em questão. Foram coletados materiais para a necropsia, como coração, cérebro, pulmões, entre outros órgãos. A Secretaria da Agricultura espera em até 20 dias ter o resultado oficial.

Fonte: Correio do Povo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *