Avanço de OGMs no Troca-Troca

O prazo de adesão ao programa Troca-Troca de milho encerra-se domingo e a expectativa da Fetag é que as sementes transgênicas representem mais de 20% dos pedidos. Em 2012, organismos geneticamente modificados (OGMs) não foram ofertados. O secretário do Desenvolvimento Rural, Ivar Pavan, acredita que haverá acréscimo na demanda por conta da boa safra e dos preços. ‘Trabalhamos com a estimativa de 5% de incremento em relação a 2012, quando foram solicitadas 370 mil sacas.’

Os pequenos produtores podem requisitar até três sacas junto a entidades de classe. Com subsídio de 28%, o custo para cada saca de milho híbrido é de R$ 75,60, enquanto o valor do não híbrido é de R$ 41,76. No caso do milho transgênico, a taxa referente ao custo tecnológico é de R$ 115,00.

Fonte: Correio do Povo

Compartilhe!