Autonomia

Enquanto se discute uma utilização mais intensiva do Parque Assis Brasil, ocioso a maior parte do ano, a Fenasul se consolida como o principal evento agropecuário do outono, em Esteio. O evento, que começou tímido e enfrentou altos e baixos ao longo de sua trajetória, tem atraído criadores importantes, que promovem, durante a feira, julgamentos e leilões de seus melhores animais. Um Estado com agropecuária sólida, como o Rio Grande do Sul, não pode se limitar a promover apenas uma grande feira de animais por ano, a Expointer. Claro que há muitas feiras pelo Interior. Mas, por sua história, infraestrutura e localização estratégica, o Parque Assis Brasil ainda é o principal palco da pecuária gaúcha. O lugar para onde convergem a melhor genética e os melhores negócios. A Fenasul é sempre um bom termômetro do mercado pecuário. Antecipa o que veremos na Expointer. Mas conquistou autonomia, e já deixou de ser apenas uma prévia da maior feira gaúcha.

Fonte: Zero Hora | OLHAR DO CAMPO | Irineu Guarnier Filho

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *