Assinado protocolo que permite exportação de milho brasileiro para a China

Ministério da Agricultura emitirá um certificado fitossanitário que irá amparar as vendas para o país asiático

Produção/Canal Rural

Foto: Produção/Canal Rural

No ano passado Brasil enviou 19,8 milhões de toneladas de milho ao exterior

O ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento do Brasil, Antônio Andrade, assinou dois acordos nesta quarta, dia 6, durante a reunião da Comissão Sino-Brasiliera de Alto Nível de Concertação e Cooperação (Cosban), em Pequim, na China. O primeiro trata de exportação de milho brasileiro ao país asiático e o outro de biotecnologia.

>> Conab prevê queda na produção brasileira de milho na safra 2013/2014

O protocolo assinado entre o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e Administração Geral de Supervisão de Qualidade, Inspeção e Quarentena da República Popular da China (Aqsiq) permite a exportação de milho brasileiro para a China. Com base nas garantias fitossanitárias negociadas, o Mapa emitirá um certificado fitossanitário que irá amparar as exportações a serem realizadas.

Nos últimos anos, a China vem importando volumes crescentes do cereal e o Brasil, como grande produtor do grão, tem perspectivas de se tornar um dos maiores fornecedores de milho para este país. No ano passado, as exportações brasileiras do grão foram de 19,8 milhões de toneladas.

Biotecnologia

O segundo acordo assinado entre o Mapa e o Ministério da Agricultura da China cria um grupo de trabalho para tratar de biotecnologia agrícola e biosegurança, o que facilita os entendimentos entre o Brasil e as autoridades chinesas nas questões envolvendo produtos geneticamente modificados.

Assista à entrevista com o diretor Assuntos Comerciais do Ministério da Agricultura, Benedito Rosa:

CANAL RURAL COM INFORMAÇÕES DO MAPA

Fonte: Ruralbr

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *