Arroz brasileiro é promessa de negócios no Peru

O Peru é considerado o maior consumidor de arroz na América Latina

Com 53 anos de tradição, a produção de arroz da Cooperativa Regional Agropecuária Sul Catarinense (Coopersulca) tem impressionado o público da Feira Expoalimentaria, no Peru, que começou nesta quarta-feira (27) e segue até sexta-feira (29). Já no primeiro dia, o estande Brazil- Family Farming, promovido pela da Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário (Sead), recebeu a visita de  diversas empresas peruanas e representantes comerciais para a prospecção de negócios.

Marcos José Rosso, vice-presidente da Coopersulca, explica que a produção da cooperativa tem crescido e, agora, o objetivo é ampliar os canais de comercialização, principalmente no ramo de exportação. “ Nós somamos 1.850 agricultores familiares produzindo arroz beneficiado. No Brasil, já vendemos para o sul, sudeste, norte e nordeste. Também já exportamos para África do Sul e Venezuela. Agora, buscamos oportunidades no Peru”, afirma.

Luiz Bendo, gestor de marketing do empreendimento, conta que as prospecções na feira já começaram e a expectativa não poderia ser melhor. “Recebemos um representante de uma rede de restaurantes chineses que atua no Peru. Eles levaram todas as amostras dos nossos produtos. Estamos confiantes”.

Segundo dados do projeto Arroz Brasileiro (Brazilian Rice), o Peru é considerado o maior consumidor de arroz na América Latina. No entanto, a produção não é o forte do país, o que aumenta as expectativas de negociações com o Brasil, um dos maiores exportadores do alimento.

Além das prospecções no estande, os agricultores familiares também participam das rodadas internacionais de negócios disponíveis no evento. A Expoalimentaria não possui venda direta, no entanto, além do contato comercial, o público pode degustar e conhecer fisicamente os produtos.

“Amanhã teremos agenda com representantes da Argentina, Portugal e Costa Rica. Também fiz contato com o México, que trabalha com a distribuição de sementes”, conta Carlos Pansera, da Cooperativa dos Trabalhadores Assentados na Região de Porto Alegre LTDA.  Fundada em 1996, a Cootap atua com a produção agroecológica do arroz desde 2001 e, atualmente, atende a 1.580 famílias.

Além da Coopersulca e Cootap, também participam do estande do Brasil a Cooperativa dos Agricultores Familiares de Poço Fundo e Região (Coopfam); a Cooperativa de Produtos Rurais do Rio de Janeiro (Agroverde); a Associação dos Agricultores Familiares do Alto Urupadi (AAFAU); Fazenda Bacuri; a Cooperativa Agropecuária e Florestal do Projeto RECA; e a Associação dos Pequenos Produtores Rurais da Agrovila 05.

Os empreendimentos foram selecionados por meio de chamada pública da Sead e atenderam a exigências como ter a Declaração Jurídica de Aptidão ao Pronaf (DAP Jurídica) e condições para cumprir as negociações internacionais.

Rafaella Feliciano
Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário
Assessoria de Comunicação

Fonte : MDA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *