Arrecadação com concessão florestal cresce 60% em 2020

As concessões florestais do governo federal arrecadaram R$ 102 milhões até fevereiro deste ano, segundo o Ministério da Agricultura. O montante considera a soma de todos os pagamentos recebidos das empresas concessionárias desde o início do programa, em 2010, e se refere aos 15 contratos ativos. O programa é coordenado pelo Serviço Florestal Brasileiro (SFB), vinculado ao Ministério da Agricultura.

O melhor resultado até o momento foi em 2020, com quase R$ 28 milhões de arrecadação, aumento de quase 60% em relação a 2019. Segundo do diretor de Concessão Florestal e Monitoramento do SFB, Paulo Carneiro, os elevados valores de arrecadação em 2020 são resultado de medidas adotadas para minimizar a inadimplência. "Desde 2019, o Serviço Florestal Brasileiro vem desenvolvendo ações para a redução da inadimplência dos concessionários e para ter um maior acompanhamento dos pagamentos", disse ele em nota.

As empresas concessionárias fazem pagamentos trimestrais ao SFB, referentes à produção de madeira e demais produtos florestais. O valor do pagamento trimestral de madeira e material lenhoso depende do preço contratado e do montante produzido. No momento da assinatura do contrato, é calculado o Valor de Referência do Contrato (VRC).

O VRC é uma estimativa do valor da produção anual para a área contratada, baseado no preço da proposta vencedora.

Fonte: Jornal do Comércio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *