Argentina plantou 31% da área prevista de soja

As chuvas registradas em importantes regiões produtoras da Argentina não impediram uma evolução significativa do plantio da safra 2015/16 de soja, de acordo com a Bolsa de Cereais de Buenos Aires. A semeadura de milho, contudo, permaneceu em ritmo lento.

Em boletim divulgado ontem, a bolsa indicou que 30,9% da área prevista para a soja já foi plantada na Argentina, à frente dos 20% da semana anterior e dos 30,4% do mesmo período de 2014.

A Bolsa de Cereais destaca "uma possível recuperação de áreas inicialmente abandonadas" no país, mesmo em meio ao temor com os núcleos norte e sul de produção, onde chuvas abundantes desde outubro podem atrapalhar a retomada do plantio. Por ora, a projeção continua em 19,8 milhões de hectares, 1% abaixo de 2014/15.

Já o plantio de milho atingiu 37,1% da área estimada, ligeiro avanço ante os 36,5% da semana anterior, mas aquém dos 40,2% de um ano atrás. A expectativa da Bolsa de Cereais é de uma expressiva redução na área com o grão, em relação a 2014/15, de 3,4 milhões para 2,72 milhões de hectares.

O Departamento de Agricultura dos EUA (USDA) prevê que a Argentina colha 57 milhões de toneladas de soja, 6,25% menos que em 2014/15. Para o milho, a estimativa é de 25,6 milhões, baixa de 3,4%.

O mercado também está atento ao grande volume de grãos armazenado na Argentina. Projeções indicam que os estoques equivalem de US$ 8,8 bilhões a US$ 12,5 bilhões – e, uma vez no mercado, tendem a exercer pressão baixista sobre os preços.

Por Mariana Caetano | De São Paulo

Fonte :Valor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *