Argentina: governo suspende licença para exportação e setor rural pede respeito

Por Leticia Pakulski

São Paulo, 27/02/2020 – A Confederação Rural Argentina (CRA) se disse surpreendida com a decisão do governo do país de suspender, desde ontem, a concessão de novos registros de exportação. Fomos convocados para uma reunião amanhã com o ministro da Agricultura, com o objetivo de conhecer as ações e decisões que o governo pretende adotar em questões agrícolas. No entanto, um dia antes os registros de exportação foram suspensos, medida que surpreende e decepciona, porque, enquanto aguardam o diálogo, são tomadas decisões , disse a entidade em nota.

Em nota, o subsecretário de Mercados Agropecuários do Ministério da Agricultura da Argentina, Javier Preciado Patiño, informou a suspensão de novos registros desde a meia-noite desta quarta-feira e até novo aviso . Há rumores, segundo a imprensa argentina, de novo aumento da tributação (retenciones) sobre venda externa da soja, de 30% para 33%. O governo costuma suspender o registro antes de elevar o imposto para evitar que sejam aceleradas vendas com porcentuais anteriores do tributo.

A entidade representativa do campo diz que o setor quer ser respeitado . Não permitiremos enganos ou atrasos, a pressão fiscal já é insustentável, eles sabem quem produz e quem coleciona, portanto é hora de tratar o setor produtor sem chicanas e nenhuma reunião falsa sobre decisões já tomadas.

Fonte: Agencia Estado