Aprovadas indicações para TCE, Banrisul e Badesul

Nomes foram referendados pelos membros da Comissão de Finanças

A Comissão de Finanças, Planejamento, Fiscalização e Controle da Assembleia Legislativa confirmou nesta quinta feira três indicações do governador Eduardo Leite (PSDB) para a vaga de conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE), o Badesul e o Banrisul.

Os deputados estaduais chancelaram os nomes de Renato Luís Bordin de Azeredo, para o TCE; Odete Teresinha Bresciani, para o cargo de diretora da Banrisul S.A Corretora de Valores Mobiliários e Câmbio; e Flávio Luiz Lammel, para o cargo de diretor do Badesul Desenvolvimento – Agência de Fomento.

As indicações do novo conselheiro do TCE e da nova diretora do Banrisul foram aprovadas por unanimidade. Já a indicação para o Badesul gerou protestos do deputado estadual Giuseppe Riesgo (Novo) – o único dos 12 membros da comissão de Finanças a votar contra a indicação.

Riesgo apontou uma contradição na indicação do governador de Lammel, um perfil político para ocupação de um cargo técnico em um banco público. "Em determinado padrão nas indicações do atual governo, as nomeações políticas atendam mais a critérios de governabilidade e ajustes com a base do governo do que com a observância de normas técnicas", argumentou o deputado dpo Novo, reconhecendo que se trata de prática usual e antiga, mas contraditória com o discurso de modernidade de Leite.

Graduado em Ciências contáveis, Flávio Lammel foi assessor do PTB na Assembleia e diretor administrativo e financeiro da Telebras.

Também foi primeiro suplente de deputado federal pelo PDT na eleição de 2014, ex-prefeito do município de Victor Graeff.

Chegou a presidir a Federação das Associações dos Municípios do Rio Grande do Sul (Famurs). Foi vice- -presidente da Federasul. De 2010 a 2014, assumiu como diretor vice- -presidente do Banrisul.

O indicado para o Badesul fez a defesa de suas qualificações e experiência política para assumir a diretoria. Disse que antecipou projetos na área de inovação, voltados para a capacitação dos jovens egressos das universidades e de irrigação na agricultura.

Quanto ao currículo de Odete Teresinha Bresciani, ela é graduada em Ciências Contábeis pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos), com pós-graduação em Finanças Empresariais pela Fundação Getúlio Vargas (1998), e em MBA Gestão Bancária pela Ufrgs (2012), onde atualmente faz o curso de Ciências Sociais. É concursada há 30 anos no Banrisul.

Renato Luís Bordin de Azeredo, novo conselheiro do TCE, acumula 25 anos de serviço público, tendo iniciado como procurador do município de Viamão. Cumpriu cinco anos no cargo e, em novo concurso, foi aprovado para auditor público externo, junto ao Tribunal de Contas do Estado, cumprindo 12 anos nessa atividade. Logo em seguida foi nomeado para a vaga de conselheiro substituto, em um concurso no qual alcançou a primeira colocação.

Fonte: Jornal do Comércio

Compartilhe!