APOIO – Ater Digital vai ampliar o acesso à assistência técnica, diz Mapa

A meta do Ministério da Agricultura é aumentar de 18,2% para 50% até 2030 o porcentual de agricultores atendidos por esse tipo de serviço

O Ministério da Agricultura lançou nesta quinta-feira, 8, o Programa Ater Digital, que deve impulsionar a assistência técnica e ampliar o acesso dos agricultores a serviços mais ágeis e eficientes.

“O Mapa irá destinar, inicialmente, R$ 40 milhões para o programa. A meta é aumentar de 18,2% para 50% até 2030 o porcentual de agricultores atendidos por algum tipo de assistência técnica rural no Brasil”, disse a pasta, em nota. O programa será coordenado pela Secretaria de Agricultura Familiar e Cooperativismo.

Na primeira fase do programa, até 2022, serão desenvolvidos cinco projetos, entre os quais está a elaboração de um portal para possibilitar o compartilhamento de informações e conhecimentos sobre pesquisa e extensão nas áreas agrícolas demandadas pelos produtores rurais. Outros dois projetos terão foco na modernização da infraestrutura de Tecnologia de Informação (TI) das instituições públicas estaduais de Ater e no desenvolvimento de sistemas/aplicativos que promovam a melhoria da produtividade, da qualidade dos produtos agrícolas e a otimização de recursos.

Estudo feito pela Associação Brasileira de Entidades Estaduais de Assistência Técnica e Extensão Rural (Asbraer) em 2017 apontava que os serviços oficiais de extensão rural contavam com 12.766 extensionistas, enquanto o número de estabelecimentos agrícolas ultrapassava 5 milhões, de acordo com Censo Agropecuário IBGE 2017. Desses, 3,9 milhões foram classificados como da agricultura familiar.

Segundo o IBGE, somente 18,2% dos agricultores familiares brasileiros têm acesso aos serviços de Ater – 48,9% no Sul, 24,5% no Sudeste, 16,4% no Centro-Oeste, 8,8% no Norte e 7,3% no Nordeste.

Por Estadão Conteúdo

Fonte :Canal Rural

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *