APICULTURA | Problema restrito ao Estado

A excessiva mortandade de abelhas no no ano passado se restringiu ao Rio Grande do Sul. Nos demais Estados produtores, como Santa Catarina e São Paulo, a safra foi considerada boa – fazendo com que o volume nacional chegasse a 45 mil toneladas em 2014.
– E temos potencial para aumentar ainda mais essa produção. Calculamos que, no período de 10 anos, o Brasil poderá alcançar a marca histórica de 100 mil toneladas por ano – estima Nésio Fernandes de Medeiros, vice-presidente da Confederação Brasileira dos Apicultores (CBA) e presidente da Câmara Setorial do Mel do Ministério da Agricultura.
Com 300 mil apicultores em todo o país, a atividade enfrenta obstáculos como a escassez de assistência técnica na área e de transferência de tecnologia, além do uso sem controle de agroquímicos na produção de grãos e de frutas, diz Medeiros.
– O Brasil é um gigante adormecido na produção de mel, é possível avançar muito mais – ressalta o executivo.
A expansão da atividade passa necessariamente por um trabalho de orientação dos agricultores para aumentar a produtividade com ajuda das abelhas, segundo o vice-presidente da CBA. Pesquisas apontam, por exemplo, que as lavouras de soja podem render até quatro sacas a mais por hectare se estiverem em áreas onde é feita polinização.

Fonte: Zero Hora

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.