Ambientalistas dizem que vão fiscalizar ruralista na pasta de Meio Ambiente

Indicação do ruralista Vinícius José Rios Rodrigues para a Secretaria Municipal de Meio Ambiente foi alvo de protestos nas redes sociais. Ambientalistas reagem à escolha feita sem qualquer participação do segmento e prometem fiscalização intensa das atividades da pasta.

Superintendente executivo da ONG ambientalista Grupo Kurupira, Paulo Estevan Pucci afirma que a nomeação de um pecuarista e produtor rural para o Meio Ambiente traz preocupação. Por isso, a proposta é mobilizar as pessoas ligadas ao setor para um trabalho de vigilância no setor. “A luz vermelha, sinal de alerta, está acesa. Queremos o cumprimento da legislação ambiental vigente. Vamos estar atentos, a todo momento, mais do que nunca. Não só pela indicação de um ruralista para o meio ambiente, mas porque o próprio prefeito é um ruralista e autor do retrógrado Código Florestal”, declara. Além disso, Pucci adianta que a diretoria da ONG deverá solicitar o currículo do novo secretário para saber qual é a atuação desenvolvida na área ambiental.

Para o coordenador do portal ambientalista Voz do Cerrado, Carlos Perez (PSDB), a escolha do secretário foi uma surpresa, pois a indicação do nome partiu do Sindicato Rural de Uberaba (SRU) e não de entidades ligadas à preservação do Meio Ambiente. “Sentimo-nos preteridos nesse processo. O natural seria que o Sindicato Rural apresentasse um nome para a Agricultura”, salienta.

De acordo com Perez, a ausência de representação dos ambientalistas na Secretaria de Meio Ambiente no governo anterior trouxe consequências para o município, que hoje sofre com a expansão dos canaviais no perímetro urbano e a contaminação das águas. “Não fosse por nós, a situação estaria muito pior. Nós denunciamos as irregularidades que o próprio Executivo cometeu e ainda fazemos a fiscalização que o Executivo não faz”, argumenta. O tucano espera que a administração esteja aberta ao diálogo com as lideranças do setor e deseja um processo construtivo com o novo secretário para evitar embates.

Durante entrevista ontem à Rádio JM, o prefeito Paulo Piau disse que é preciso acabar com o preconceito de que ruralista não seja comprometido com as questões ambientais. “Ruralistas não são madeireiros, que realmente são nocivos ao meio ambiente, além do mais, Vinícius é um técnico que muito pode contribuir para a política ambiental do município, como a preservação das nascentes.

Fonte: Jornal da Manhã

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.