Ajuste no alerta para salmonela

Os técnicos do Ministério da Agricultura (Mapa) que acompanharam a missão europeia a frigoríficos de aves durante esta semana saíram do RS com uma percepção positiva do que viram, garantiu o chefe do Departamento de Defesa Agropecuária do Mapa no RS, Bernardo Todeschini. Contudo, um dos pontos a melhorar, adiantaram os técnicos europeus, é a velocidade de reação das autoridades após recebimento de notificações de alerta para controle da salmonela. ‘Foi uma visita técnica e com questionamentos extensos’, detalhou.

Agora, o grupo segue para SC, onde também fará vistorias. Na sexta, dia 20, a missão encerra-se com reunião em Brasília para esclarecer eventuais dúvidas dos técnicos. O relatório final deve ser conhecido em 60 dias.

Além de três plantas, uma da BRF, em Marau, e duas da JBS, em Caxias do Sul e Passo Fundo, a missão também visitou uma granja e o laboratório Unianálises da Univates no RS.

A comitiva da UE avaliou de maneira positiva a estrutura das granjas, o sistema de habilitação dos veterinários e o controle que o Mapa tem sobre os profissionais credenciados. ‘A Europa é requisito para vários outros mercados, como Canadá e África’, destacou o diretor de Mercados da Ubabef, Ricardo Santin.

Fonte: Correio do Povo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *