AGRONEGÓCIOS – Valor da produção deve cair 2,3% em 2018

Com contribuição negativa, lavoura de arroz está entre as que apresentam a maior desvalorização, de 21,1%

Com contribuição negativa, lavoura de arroz está entre as que apresentam a maior desvalorização, de 21,1%

O Valor Bruto da Produção Agropecuária (VBP) deve recuar 2,3% em 2018, para R$ 552 bilhões, quando comparado aos R$ 555,4 bilhões obtidos em 2017, informou ontem o Ministério da Agricultura. Do total, o segmento agrícola representa R$ 377 bilhões (-0,5% ante 2017) e a pecuária, outros R$ 174,9 bilhões (-6%).

Em nota, a pasta destacou que o VBP da pecuária será o menor dos últimos seis anos e o da lavoura apresentará o segundo maior resultado desde 1989. Os principais decréscimos do valor da produção são registrados em arroz (-21,1%), feijão (-26,3%), laranja (-20,8%) e uva (-31,3%). Ainda que em percentuais menores, é esperada redução para milho, cana-de-açúcar, mandioca e banana. "Para feijão, arroz e laranja, as quedas de preços são a principal causa do decréscimo no faturamento neste ano", afirma José Garcia Gasques, coordenador-geral de Estudos e Análises do Ministério da Agricultura.

Na pecuária, todas as atividades apresentam valor menor ante 2017. Suínos e aves figuram com as quedas mais significativas, de 13% e 11,3%, respectivamente. Em contrapartida, os maiores aumentos do valor da produção da agricultura estão no algodão (32,3%), cacau (27,6%), café (9,1%) e soja (8,9%). "Nesse grupo, o algodão é um destaque, pelo aumento de produção e também pelos preços recebidos pelos produtores", informou o ministério.

A nota destacou o café, pela expectativa de aumento de 24,2% do grão tipo arábica na safra deste ano. Na análise regional, o Centro-Oeste deve registrar valor de R$ 158,82 bilhões, seguido por Sudeste, com R$ 138,12 bilhões; Sul, com R$ 133,68 bilhões; Nordeste, com R$ 51,49 bilhões; e Norte, com R$ 33,24 bilhões.

ROGERIO FERNANDES/ROGÉRIO FERNANDES/EMATER/DIVULGAÇÃO/JC

Fonte : Jornal do Comércio