AGRONEGÓCIOS – Languiru investe R$ 2,5 milhões em centro de grãos e loja

Unidades vão facilitar a distribuição de insumos aos 400 associados da cooperativa

Unidades vão facilitar a distribuição de insumos aos 400 associados da cooperativa

COOPERATIVA LANGUIRU/DIVULGAÇÃO/JC

Luis Filipe Gunther

A cidade de Venâncio Aires vai receber o novo empreendimento da Cooperativa Languiru. O investimento será de R$ 2,5 milhões em um Centro de Recebimento de Grãos e do Agrocenter, segundo o presidente da cooperativa, Dirceu Bayer. O aporte no empreendimento foi anunciado durante a Agrofeira, que ocorre pela primeira em Venâncio Aires, no Vale do Rio Pardo, região que tem muitas operações em agroindústria de fragos e suínos.

Bayer explica que o centro vai facilitar a distribuição de grãos, principalmente de milho, principal insumo na alimentação de aves e suínos das granjas de associados que abastecem a cooperativa. A localização vai encurtar o deslocamento entre as propriedades da região e as unidades industriais onde eram retirados os insumos. Os agricultores precisam ir até os frigoríficos localizados em Westfália (frangos) e em Poço das Antas (suínos).

A Languiru atua nos dois mercados de carnes há mais de 60 anos no Estado. A Languiru, afirma Bayer, deve ser um novo intermediador dos agricultores com a indústria. O presidente informa que a unidade de armazenamento terá capacidade para 20 milhões de toneladas de milho e soja. Bayer avalia que o empreendimento deve trazer benefícios também para a cadeia do agronegócio gaúcho. "A maioria dos insumos usados pelos produtores locais hoje é trazida de outros estados, como o Paraná, devido ao grande volume demandados", esclarece o presidente.

A cooperativa absorve praticamente toda a produção da região de Rio Pardo, Vale do Caí e Taquari. A meta é ampliar, até o fim de 2018, para mil associados. Hoje são 400 produtores que atuam com a Languiru. O Centro de Recebimento de Grãos deve estar funcionando a partir de janeiro de 2019, quando se inicia a colheita da safra de milho no País.

A Agrocenter, que será uma loja de fornecimento de produtos agrícolas e rações, é o terceiro investimento da cooperativa no setor de varejo. Os outros foram em Teutônia e Cruzeiro do Sul. A loja deve estrear antes do centro de grãos, cm previsão de estar aberta até dezembro.

Fonte : Jornal do Comércio