AGRONEGÓCIOS – ExpoAgro deve movimentar R$ 53 milhões

Feira, realizada em Rio Pardo, conta com 420 expositores em parque de 30 hectares

Feira, realizada em Rio Pardo, conta com 420 expositores em parque de 30 hectares

/NATANIEL SAMPARIO/AFUBRA/DIVULGAÇÃO/JC

Carolina Hickmann

A 18ª ExpoAgro Afubra, voltada à agricultura familiar, tem início hoje, com mais de 420 expositores espalhados pelos 30 hectares do parque de exposições da feira, na BR-471, km 161, Rincão del Rey, em Rio Pardo. Destes, 150 estandes pertencem a 115 agroindústrias, e 35 empreendimentos da agricultura familiar, ligados à Federação dos Trabalhadores na Agricultura no Rio Grande Sul (Fetag). O evento se estende até o dia 22 de março e acontece das 8h às 20h.

Como tema norteador, o evento debaterá questões de preservação do solo, a partir de encontros, palestras e vivências práticas. "Escolhemos a conservação de solo não só pelo seu impacto econômico na agropecuária, como também pelos seus resultados práticos no meio ambiente através do bom manejo dos solos", explica o coordenador-geral da feira, engenheiro Marco Antonio Dornelles, que considera o solo um patrimônio do agricultor e da sociedade.

Dentro da temática, Dornelles ressalta a reunião técnica do Programa Estadual de Conservação do Solo no Estado, que acontece amanhã, às 9h, na Casa de Administração. A intenção do encontro é angariar apoio de lideranças da reunião nas atividades do programa. Além disso, o estande da Emater-RS conta com atividade prática, com simulador de chuva e coleta de amostras de solo para inspeção.

A expectativa é que o montante de negócios movimentados com o evento empate com a edição passada, quando R$ 53,8 milhões foram registrados. "Temos relatos de dificuldades financeiras com o leite e o arroz, com essa dependência projetamos o mesmo valor",explica Dornelles. Metade deste montante, diz, deve ser proveniente, como em outras ocasiões, do maquinário agrícola.

A empresa italiana Landini, com 134 anos no mercado, está presente na feira com a revenda Agrovale, de Cruzeiro do Sul (RS). A marca apresenta a linha de tratores Landforce, que conta com os modelos 120 e 130, na versão plataformado ou cabinado – tratores com tecnologia europeia fabricados no Brasil com código Finame. A Mahindra, com foco na agricultura familiar e planta fabril na cidade de Dois Irmãos, leva para o evento o trator Max26 XL, equipado com motor Mitsubishi 26 cv e transmissão mecânica com reversor sincronizado de oito marchas à frente e oito marchas para trás, sistema hidráulico de três pontos com capacidade de levante de 990 kg.

No último dia do evento, serão conhecidos os vencedores do tradicional Prêmio Afubra de inovação em máquinas agrícolas, promovido junto ao núcleo de inovação em maquinário e equipamentos agrícolas da Ufpel. A comissão julgadora avalia aspectos como originalidade e criatividade; praticidade do equipamento em facilitar e agilizar o trabalho no campo; viabilidade de sua fabricação em larga escala; menor impacto social e ambiental; e relação custo/benefício. Além da ênfase em equipamentos e na agricultura familiar, o evento conta com lavouras demonstrativas, animais em exposição (ovinos, aves, gado de corte e leiteiro), palestras técnicas e espaço cultural.

Pelos três dias do evento, três restaurantes e quatro lancherias devem garantir a alimentação do público, que tem disponibilidade de 6 mil vagas para veículos em estacionamento interno. Para garantir o fácil acesso ao parque, durante a feira, serão disponibilizados, gratuitamente, ônibus que saem da loja da Afubra, em Santa Cruz do Sul, em direção ao parque, com saídas a partir das 8h, e volta até as 18h10min.

Fonte : Jornal do Comércio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *