AGRONEGÓCIOS – Dália prepara expansão da produção

Grupo inaugurou nesta sexta-feira frigorífico em Arroio do Meio

Grupo inaugurou nesta sexta-feira frigorífico em Arroio do Meio

MARCO QUINTANA/JC

Jefferson Klein, de Arroio do Meio

Com o seu novo frigorífico de aves em Arroio do Meio, que faz parte de um complexo avícola inaugurado na sexta-feira (13), a cooperativa Dália Alimentos terá uma capacidade para abater quase 7 mil frangos por dia. Inicialmente, a ideia do grupo é operar em apenas um turno, o que permite processar até 55 mil aves diariamente. No entanto, o mercado apresentando demanda, a planta tem a possibilidade de ampliar para três turnos as atividades e atingir a marca de 165 mil frangos diários abatidos.

O presidente do Conselho de Administração da Dália Alimentos, Gilberto Antônio Piccinini, detalha que o projeto total absorveu cerca de R$ 200 milhões em investimentos. Esse montante contempla o frigorífico, fábricas de ração e de farinha de origem animal, incubatório, matrizeiro e condomínio avícola para de produção de frango (nove ao todo). O empreendimento contou com financiamentos do BRDE e do Sicredi. O presidente executivo da Dália Alimentos, Carlos Alberto de Figueiredo Freitas, complementa que a iniciativa foi estruturada fazendo a associação de pequenos produtores que, individualmente, enfrentariam dificuldades para alcançar escala e desenvolver tecnologia.

Somente no frigorífico deverão ser gerados 350 empregos nessa primeira etapa, somando as demais atividades do complexo os postos de trabalho chegam a aproximadamente 700. Cada adição de turno no frigorífico, acrescentará mais 350 postos de trabalho. Os executivos estão confiantes que em breve o mercado apresentará a oportunidade para esse crescimento de produção. Como a parte industrial já está apta a atender ao incremento da demanda, restará apenas a necessidade de aumentar a criação de frangos.

Além de Arroio do Meio, que concentra o frigorífico, o complexo, através dos condomínios de criação de frangos (cada um com capacidade para 275 mil aves), envolve os municípios de Anta Gorda, Cruzeiro do Sul, Encantado, Mato Leitão, Marques de Souza, Venâncio Aires, Vespasiano Corrêa, Vale Verde e Relvado. Apesar da solenidade de inauguração já ter sido celebrada, as operações do frigorífico serão iniciadas no dia 27 de janeiro. A cerimônia dessa sexta-feira contou com centenas de associados da Dália (que possui mais de 3 mil cooperativados) e vários políticos como o governador Eduardo Leite e a ministra da Agricultura, Tereza Cristina. Na ocasião, a ministra lembrou que era a quinta vez que vinha ao Estado neste ano. Questionada se a recente valorização da carne bovina poderia ocorrer em outros segmentos similares, como o de aves, Tereza Cristina disse que não acredita nessa hipótese. Ela comentou que o mercado está agora se equilibrando e ressaltou ainda que o Brasil tem um potencial enorme no setor de proteína animal.

Fonte : Jornal do Comércio

Compartilhe!