Agronegócios – Amendoim ganha certificação

A rastreabilidade dos processos ao longo da cadeia produtiva garante uma maior competitividade ao setor

A produção dentro das normas pode receber   selo Brasil Certificado

A produção dentro das normas pode receber selo Brasil Certificado
Foto: DIVULGAÇÃO

São Paulo – Os preços favoráveis impulsionaram o plantio de amendoim no ciclo 2016/17. A maior parte da produção brasileira (80%) é exportada, enquanto a indústria de doces consome o restante. Em função disso, o governo passou a certificar a produção.

Segundo a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), o agricultor que obtiver a certificação da Produção Integrada da oleaginosa poderá identificar o seu produto com o selo Brasil Certificado, que visa identificar a origem do produto e a rastreabilidade dos processos ao longo da cadeia produtiva.

"[O selo] é um instrumento importante para aumentar a competitividade do setor", avalia a pesquisadora da Embrapa, Taís Suassuna. Ela coordenou o projeto de formulação da Norma Técnica Específica para a Produção Integrada do Amendoim (NTE-PI Amendoim), divulgada no final do ano passado pelo governo federal.

O produtor que atender às normas – como ter um responsável técnico pela produção, critérios de controle de pragas e aplicação de agrotóxicos, plantio em área irrigada e origem de semente atestada – pode obter um selo de qualidade emitido pelo Ministério da Agricultura e Pecuária.

"Esta é uma grande contribuição à cadeia. A PI Amendoim melhora a produção e possibilita que o acesso aos mercados mais exigentes seja ampliado", comenta ela.

De acordo com levantamento da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) a safra 2016/17 de amendoim alcançará 408,3 mil toneladas, 0,6% acima do ciclo anterior. E a expectativa é de avanço também produção na próxima safra.

Da redação

Fonte DCI

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *