Agronegócio sofre menos com a crise e amplia exportações

 

Nestes tempos em que nada mais segura a queda da economia brasileira, o agronegócio sofre menos, embora não fique imune à recessão. Empresas com forte atuação nos segmentos de suínos e aves agora dão atenção maior ao mercado externo onde podem ampliar as vendas e faturar mais com o dólar alto. Os cenários presente e futuro para o setor serão debatidos hoje (08) à tarde, na Expoeste, em Chapecó, durante Fórum Catarinense do Agronegócio, promovido pela RBS TV. Para que o agronegócio de SC não tenha surpresas, o momento exige atenção do setor público e da sociedade para manter a sanidade agropecuária do Estado. Além disso, são necessários melhoria da logística e um rígido trabalho interno nas empresas para garantir a qualidade, manter e conquistar mercados. É preciso atenção porque o setor sofre com a crise desde o segundo trimestre deste ano. Os números do PIB do período apontaram recuo de 2,7% do agronegócio frente ao trimestre imediatamente anterior (com ajustes sazonais). No primeiro trimestre, o setor ainda cresceu 4,8%.

A Coopercentral Aurora Alimentos planeja fechar este ano com exportação de 25% da produção enquanto ano passado colocou lá fora 20%. O presidente da companhia, Mário Lanznaster, está feliz com os resultados no mercado do Japão, onde a Coopercentral compete com os EUA, Canadá, Dinamarca e Chile. O próximo passo do setor é a reabertura do mercado da Coreia do Sul, cujas negociações já estão avançadas.

Palestrantes

O Fórum do Agronegócio abrirá às 14h30 com palestra do ex-ministro Roberto Rodrigues sobre cenários do setor. Na sequência, haverá um debate sobre os desafios do setor para o ano que vem, com a participação do vice-presidente da Federação das Indústrias e presidente da Aurora, Mario Lanznaster; do vice-presidente da Federação da Agricultura de Santa Catarina (Faesc), Enori Barbieir; do presidente da Organização das Cooperativas do Estado (Ocesc), Marcos Zordan e do conselheiro da Federação das Cooperativas Agropecuárias do Estado (Fecoagro), Romeo Bet. O painel terá mediação da colunista do Grupo RBS em Brasília, Carolina Bahia.

Blog da Estela Benetti

Fonte : Diário Catarinense