AGRONEGÓCIO – Chuvas animam produtores gaúchos que sofrem com a estiagem

Mesmo sem condições adequadas de umidade, soja foi plantada em várias regiões

Mesmo sem condições adequadas de umidade, soja foi plantada em várias regiões

EMATER-RS/DIVULGAÇÃO/JC

As chuvas dos últimos dias, que interromperam a sequência de dias de tempo seco no Rio Grande do Sul, animaram os produtores de soja, que em várias regiões realizaram plantios, mesmo sem condições adequadas de umidade. Segundo dados da Emater-RS, a retomada destas operações já atinge 61% do Estado.

A quebra da estiagem também foi um alento para a implementação final das lavouras de arroz, que já chega a 98% em todo território gaúcho onde há cultivo do produto. Ainda de acordo com a Emater-RS, a ocorrência de chuvas com distribuição desuniforme e volumes variados no Estado não atrapalhou o avanço das colheitas de trigo, em fase de finalização, nas regiões de Bagé, Pelotas e Caxias do Sul, que ainda somam 1% restante de lavouras cultivadas a serem colhidas.

A falta prolongada de chuvas já tem comprometido o desenvolvimento das lavouras do feijão nas regiões de Frederico Westphalen, Porto Alegre, Soledade e Pelotas. Segundo informativo da instituição, o cenário deve retornar, em vista que na próxima semana (até dia 09/12) haverá a redução das chuvas e as temperaturas máximas ficarão ligeiramente mais amenas.

Nesta quinta-feira (3), a permanência do sistema de baixa pressão ainda deixou o tempo chuvoso na metade Norte do Estado, principalmente na madrugada e pela manhã. Mas já nesta sexta-feira (4), a incursão do sistema de alta pressão deverá manter o tempo firme e as temperaturas mais amenas em grande parte do território gaúcho, com possibilidade de ocorrência de chuvas isoladas no Litoral Norte e na divisa com Santa Catarina.

Fonte : Jornal do Comércio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *