Agroecologia exige mais suporte

Fonte: Correio do Povo

Dowbor abriu evento, que segue até amanhã<br /><b>Crédito: </b> vinícius roratto

Dowbor abriu evento, que segue até amanhã
Crédito: vinícius roratto

Um sistema com aluguel de máquinas, crédito, armazenagem, sistema de comercialização primária e manutenção de equipamentos é o mínimo necessário para que a agroecologia deslanche no Brasil. Essa é a visão do economista Ladislau Dowbor, que abriu o 11 Seminário Internacional sobre Agroecologia e o 12 Seminário Estadual sobre Agroecologia, ontem, em Porto Alegre. "Com suporte, o salto produtivo é fenomenal porque a agroecologia busca ampliar a produção em pequenos espaços, mas precisa de estímulo." Para ele, o Brasil precisa avançar muito para incentivar a produção coordenada entre pequenos e especialmente viabilizar a circulação dos produtos.
Dowbor defende o equilíbrio entre o modelo tradicional e o agroecológico. Para o diretor técnico da Emater, Gervásio Paulus, apesar do modelo tradicional ser hegemônico, há sinais de estabelecimento de produções e relações mais harmônicas e sustentáveis. "Especialmente na fruticultura e na olericultura o sistema agroecológico está avançando."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *