AGRICULTURA – SP recebe R$ 35 milhões para iniciativa que apoia produtores rurais de baixa renda

Além do suporte à gestão dos negócios no campo, programa fornecerá alimento seguro a famílias em situação de vulnerabilidade social

Agricultor (Foto: Mapa/Divulgação)

(Foto: Mapa/Divulgação)

O Estado de São Paulo recebeu R$ 35 milhões do Ministério da Cidadania para executar o Programa de Aquisição de Alimento (PAA), apoiando o pequeno agricultor na gestão dos negócios e fornecendo alimento seguro às famílias em situação de vulnerabilidade social.

"Esse programa começa com o apoio das três esferas de governo ao pequeno produtor, para que ele possa produzir com mais padronização, qualidade e com orientação de mercado para ocupar outros espaços", destacou o secretário de Agricultura e Abastecimento de SP, Gustavo Junqueira.

Ele também destacou o projeto Cesta Verde, que distribuirá 400 mil cestas com 10 kg de alimentos. "É um mix de raízes, tubérculos, frutas, verduras e legumes que leva um cardápio variado às famílias que as recebem", detalhou o secretário, ressaltando o envolvimento de 206 técnicos para atender 158 municípios com alta ou muito alta insegurança alimentar no Estado.

A secretaria ressaltou, ainda, que 41% dos alimentos adquiridos para doação no Estado de São Paulo foram produzidos por mulheres – superior aos 30% nacionalmente estabelecidos – e que 7,3% do total do PAA são produtos orgânicos, acima da meta nacional de 5%.

Junqueira destacou, ainda, ações do governo para o agro. Uma delas é o projeto Rotas Rurais, que visa mapear e endereçar 200 mil quilômetrors de estradas rurais. "É importante termos o endereço para catalogar cada produtor, onde e quanto ele produz, e, em parceria com os ministérios e secretarias, buscar soluções", disse.

Outro desafio é a busca por investimento em conectividade no campo. "Temos discutido com a ministra (da Agricultura) Tereza Cristina como promover esse acesso e levar mais gestão e renda ao campo, instrumentos de educação à distância, gestão financeira e comercial para que as empresas e produtores possam se conectar", afirmou Junqueira.

REDAÇÃO GLOBO RURAL

Fonte : GLOBO RURAL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *