Agricultura sofre com excesso de chuva

Agricultura sofre com excesso de chuva

(Fotos: Deize Felisberto )

A chuva que atingiu a região nos últimos dias deixou os agricultores apreensivos. Com o excesso de água algumas culturas acabaram sendo prejudicadas. Na propriedade do agricultor Antônio de Araújo, de 62 anos, no Bairro Linha Anta, o dia desta segunda-feira foi somente de observação da lavoura.
A semeadura do milho que havia sido replantada há uma semana está sob poças de água e preocupa o agricultor. “Resolvi replantar o grão porque há duas semanas a forte chuva já havia prejudicado e agora novamente com chuva não sei o que poderá ser aproveitado”, conta Araújo.
Além do milho, o produtor teve ainda por prejuízos com a cenoura e o repolho. “ O excesso de chuva atrapalha o crescimento da cenoura e no caso do repolho a cabeça pode estourar e se perde a hortaliça”, explica.
O produtor Márcio Demboski, da Linha Batista, também plantou na semana passada 13 hectares de milho e diz que a avaliação da lavoura poderá ser feita somente daqui quatro dias. “O que percebemos é que dessa vez a chuva foi mais distribuída e não formou tantos alagamentos na agricultura”, reforça.
De acordo com o engenheiro agrônomo da Epagri de Criciúma, Roberto Longhi, principalmente, os terrenos mais baixos sofreram com problemas de encharcamento do solo. “O excesso de chuva no solo ocasiona a morte da planta. Depois que a chuva cessar poderemos quantificar o prejudicado nas lavouras”, esclarece.

Fonte: A Tribuna Textos: Deize Felisberto – reportagem@atribunanet.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *