AGRICULTURA – REQUER ATENÇÃO Corte no orçamento do Mapa em 2020 afetaria política de preços mínimos

Ministério também aguarda por notícias sobre o Fundo de Aval, que está travado no Banco Central, mas deve sair esta semana

plantinhas com dinheiro, seguro, crédito rural, pronaf

Foto: Pixabay

O orçamento do Ministério da Agricultura (Mapa) foi reduzido de R$ 2,109 bilhões em 2019 para R$ 2,074 bilhões no próximo ano. Vale lembrar que esse montante não traz os recursos vindos de emendas e participação de estatais que serão definidos posteriormente.

Apesar da redução ser pequena (R$ 35 milhões), pode afetar a Política de Garantia de Preços Mínimos (PGPM). “Se houver algum problema grande de preço em alguma cultura importante, pode ser que haja impacto”, afirma o secretário de política agrícola do Ministério da Agricultura, Eduardo Sampaio.

A boa notícia é que o R$ 1 bilhão para o seguro rural, anunciado no Plano Safra 2019/2020, em junho, está garantido. A pasta também sabe que, mesmo com dificuldades, o setor deve continuar firme. “Neste ano, os recursos já não eram fartos e vamos sobrevivendo”, diz.

  • O mesmo otimismo, no entanto, não serve quando o assunto é a medida provisória que trata do Fundo de Aval. A MP foi anunciada em junho também e até agora não foi publicada. Pressionada na semana passada, durante a 42ª Expointer, a ministra Tereza Cristina voltou a dizer que a publicação sairia até a sexta, 30, mas o assunto segue travado em Brasília. ” A MP está sob análise do Banco Central. Tem que sair essa semana”, conta o secretário do Mapa.

    A medida é aguardada principalmente pelos arrozeiros porque permite que grupos de produtores endividados se juntem para renegociarem os débitos.

    Por Carol Souza, de São Paulo

    Fonte : Canal Rural