AGRICULTURA – Presidente Jair Bolsonaro formaliza posse de propriedades rurais a 1,6 mil famílias no Mato Grosso

A entrega dos títulos foi a maior feita de uma única vez pelo Governo do Presidente Jair Bolsonaro

Presidente Jair Bolsonaro formaliza posse de propriedades rurais a 1,6 mil famílias no Mato Grosso

1,6 mil famílias receberam o título definitivo da propriedade rural – Foto: Alan Santos/PR

Das mãos do Presidente Jair Bolsonaro, dez famílias dos projetos de assentamento receberam, nesta sexta-feira (18), o título definitivo da propriedade rural no Mato Grosso representando simbolicamente as 1.665 famílias beneficiadas.  A cerimônia ocorreu no município de Sorriso (MT). Essa foi a maior entrega de títulos definitivos feita de uma única vez pelo Governo do Presidente Jair Bolsonaro. Os agricultores aguardavam a formalização há cerca de duas décadas.

Com o documento, os proprietários poderão solicitar crédito bancário e ter mais facilidade de acesso a políticas públicas federais. Nas terras, são plantadas alimentos como soja, milho, algodão e frutas. De acordo com o secretário especial de assuntos fundiários do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Nabhan Garcia, até 2022, serão entregues cerca de 600 mil títulos. "Agora, esses cidadãos que estão aí vão chegar no Banco do Brasil, na Caixa, e vão apresentar com muito orgulho um título de propriedade e vão ser chamados de proprietários rurais. Nunca mais de acampados e assentados”, disse o secretário especial.

Na cerimônia, o Presidente Jair Bolsonaro comentou sobre o orgulho dos beneficiados em receber o título de propriedade. "Essas pessoas que receberam agora, simbolicamente, o título de propriedade rural, obviamente, passam a ser mais do que reconhecidos, passam a serem donos de um pedaço de terra, onde ele possa dizer para si e para os seus que  isso  é ‘meu’, disse o Presidente.

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, participou da cerimônia e disse aos presentes que a pasta está atenta para atender as necessidades de logística do Mato Grosso, que tem o agronegócio como umas das principais atividades econômicas. “O Brasil deve gratidão às pessoas que estão aqui produzindo, gerando riqueza, transformando esse País. Somos o celeiro do mundo, fazemos isso com responsabilidade. E a nossa responsabilidade, do ministério da Infraestrutura, agora, é dar o que vocês merecem, é dar logística para vocês. Por isso, vamos ver as ferrovias acontecendo no Mato Grosso”, afirmou.

A previsão é de que em novembro seja assinado o contrato da Ferrovia de Integração do Centro-Oeste que vai ligar o Vale do Araguaia a Ferrovia Norte-Sul, segundo o ministro. A ferrovia será importante para o escoamento da produção de grãos da região Centro-Oeste. O ministro da infraestrutura disse também que o Governo Federal trabalha para tornar possível a duplicação da BR-163 até o município de Sinop (MT).

Fonte :Planauto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *