AGRICULTURA – Com boa safra e melhores preços, desempenho do PIB do agro deve se manter positivo

Para a presidente da FPA, a seca na Argentina deve sustentar as cotações, principalmente do milho, impulsionando o retorno do produtor brasileiro

plantio-graos-minas-gerais-soja-milho (Foto: Sergio Ranalli/Ed. Globo)

Na comparação com o quarto trimestre de 2016, o PIB da Agropecuária mostrou alta de 6,1% no mesmo período de 2017 (Foto: Sergio Ranalli/Ed. Globo)

O bom desempenho projetado para a safra 2017/2018 e a perspectiva de melhores preços para os grãos devem manter o resultado do Produto Interno Bruto (PIB) da Agropecuária positivo em 2018, afirma a presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), a deputada federal Tereza Cristina (DEM-MS). Para Tereza, a seca na Argentina deve sustentar as cotações, principalmente do milho, impulsionando o retorno do produtor brasileiro.

Pouco antes do fechamento deste texto, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou que PIB da agropecuária cresceu 13% em 2017 ante 2016, o melhor resultado da série histórica iniciada em 1996.

No quarto trimestre de 2017, o PIB da agropecuária ficou estável em comparação com o terceiro trimestre. Na comparação com o quarto trimestre de 2016, o PIB da Agropecuária mostrou alta de 6,1%. "Acredito que o bom desempenho vai se repetir este ano. Ainda estamos no início da colheita, mas tudo indica que será tão boa quanto a do ano passado", diz a deputada.

Sobre o setor da pecuária, especificamente, Tereza Cristina acredita que o setor pode ainda sofrer os efeitos retardatários da Operação Carne Fraca, deflagrada pela Polícia Federal, em março de 2017. "No ano passado, houve um impacto muito forte no primeiro momento, mas logo em seguida houve uma ação coordenada. Agora, estamos sentindo alguns efeitos", disse ela, com referência aos obstáculos mais recentes impostos por importadores como Rússia e União Europeia. "O ministro (da Agricultura, Blairo Maggi) e as entidades do setor estão trabalhando para reverter isso", concluiu.

POR ESTADÃO CONTEÚDO

Fonte : Globo Rural

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *