Agricultores familiares fazem novos negócios na Biofach

Denise Hörlle, da cachaçaria Weber Haus, disse que muitos restaurantes ficaram interessados no produto e que muitos cartões já foram trocados

A Biofach, além de ser a maior feira de orgânicos do mundo, está sendo uma vitrine de promoção para os produtos da agricultura familiar brasileira. O evento é uma porta para futuros negócios internacionais. Em apenas três dias, os produtores já fizeram diversos contatos e estão animados com os futuros consumidores.

Para o café de Minas Gerais, da Coopfam, a feira está sendo uma ótima oportunidade para ampliar os negócios. Além de fazer novos contatos, Vânia Silva, representante da cooperativa, conta que fortaleceu parcerias com clientes ativos da cooperativa. “Veio uma compradora da Argentina, já cliente, que queria mais três containers do nosso café”. A cooperativa ainda fez contatos com compradores da França e com Holandeses que ficaram bastante interessados no café brasileiro.

Para a Weber Haus, a feira também já tem atraído novos negócios. “Hoje a gente recebeu uns contatos bem prospectivos de distribuidores que se interessaram pelo nosso produto. Estamos bem confiantes”, afirma Denise Hörlle, representante da cachaçaria. Ela ainda ressalta que muitos restaurantes ficaram interessados no produto e que muitos cartões já foram trocados. 

Comitiva da Sead faz visitas institucionais

A troca de experiência e contatos não fica apenas entre os produtores. A comitiva da Secretaria Especial de Agricultura Familiar e Desenvolvimento Agrário (Sead) tem aproveitado a ida a Alemanha para trocar experiências e informações na área da agricultura familiar. As pautas vão desde visitas a empresas e instituições para falar sobre novas tecnologias, preservação ambiental, capacitação e reordenamento agrário. Na manhã desta sexta-feira (17), o secretário especial, José Ricardo Roseno, fez uma visita ao Ministério Alimentação, Agricultura e Florestas e a Universidade Técnica de Munique.

Na pauta estão assuntos como reordenamento agrário e integração com assuntos ambientais; desenvolvimento rural; políticas e programas de apoio às empresas agrícolas e florestais, e formação profissional na área agrícola.

O secretário visitou ainda a Universidade Técnica de Munique, que oferece um programa internacional de mestrado e doutorado na área de gestão fundiária. O departamento tem ampla experiência em realizar intercambio e capacitações internacionais no contexto de governança e regularização fundiária.

Agricultura Familiar brasileira na Biofach

Por meio da Sead, seis cooperativas brasileiras estão expondo seus produtos na maior feira de orgânicos do mundo, a Biofach. São produtores de castanha-do-Brasil, cachaça, mel, café, arroz, manteiga e grão de cacau. O evento acontece de 15 a 18 de fevereiro, em Nuremberg, na Alemanha.

Esta é a 28° edição da feira e a 13° vez que a agricultura familiar brasileira marca presença no evento por meio do então Ministério do Desenvolvimento Agrário, hoje Sead. A iniciativa, em parceria com o Ministério de Relações Exteriores, tem o objetivo de promover a imagem e os produtos da agricultura familiar brasileira, ampliar acesso a mercados e realizar negócios internacionais.

Acompanhe as notícias sobre a participação o Brasil na Biofach aqui.

O coordenador geral, Hur Ben Corrêa, ressalta a participação brasileira na Biofach:

Juliana Andrade 
Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário
Assessoria de Comunicação

Missão Sead

Fonte : MDA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *