Agricultores de MS já semearam 75% da área da safrinha de milho

Os agricultores de Mato Grosso do Sul semearam até sexta-feira passada (dia 18), 75% da área que será cultivada com milho safrinha. É o que aponta a mais recente circular do Sistema de Informação Geográfica do Agronegócio (Siga), da Associação dos Produtores de Soja do estado (Aprosoja/MS).

A entidade aponta que neste ciclo, o estado deve plantar 1,790 milhão de hectares com o cereal na segunda safra e as projeções iniciais apontam que a produção deve ser recorde, atingindo as 9,5 milhões de toneladas.

Entretanto, o plantio do milho safrinha acabou sendo afetado também pelos atrasos na colheita da soja, já que o cereal sucede em grande parte do estado a oleaginosa nas áreas que utilizam o sistema de rotação de culturas.

Em razão dos atrasos que ocorreram em praticamente todo o ciclo da soja no estado, pelo menos 25% do milho safrinha será semeado fora do período estipulado no Zoneamento Agrícola de Risco Climático, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

Conforme o Siga, a região sul está com o plantio mais avançado, com percentual de 81,3%, e o trabalho segue em ritmo mais lento no centro e norte do estado, que estão com médias de áreas semeadas de 64,2% e 52,2%, respectivamente.

Seis municípios estavam, na sexta-feira passada muito próximos de concluírem o plantio, apresentando média de 95% de áreas semeadas: Amambai, Douradina, Fátima do Sul, Laguna Carapã, Naviraí e Vicentina.


Agrodebate

Fonte: Famasul

Compartilhe!