Acre – SENAR – Acre é escolhido para representar a Região Norte em documentário sobre saúde rural no Brasil

Através de comunicado oficial do SENAR Central, em Brasília, foi anunciado nesta semana que a Regional Acreana irá representar a Região Norte do país em um documentário inédito sobre saúde rural.

Este ano, mais de 300 exames foram realizados em ações no Acre. Foto: ASCOM/SENAR – AC

A produção, que será realizada pela própria Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), irá mostrar as ações envolvendo o SENAR através dos programas “Saúde da Mulher Rural” e “Saúde do Homem Rural” em todo o território brasileiro.

Programas possuem como foco a prevenção, educação e exames das comunidades rurais. Foto: ASCOM/SENAR – AC

Em 2019, o SENAR – Acre já realizou dois eventos dos programas: um no município de Porto Acre e outro em Capixaba, com mais de 300 exames realizados. Através de parcerias que disponibilizam atendimento médico, são detectadas possíveis suspeitas de câncer e outras doenças, que são prontamente atendidas pelo SUS após o resultado dos exames.

Márcia Cristina Freire, coordenadora dos programas de saúde rural do Senar no Acre. Foto: ASCOM/SENAR – AC

“Se trata de um momento ímpar no histórico de ações do SENAR– Acre. É um trabalho conjunto, ou seja, sem o esforço de toda nossa equipe esse reconhecimento não seria possível. Estamos muito felizes de ter nossas ações reconhecidas e destacadas pela CNA e pelo SENAR Central. Isso só nos motiva a continuar fazendo o bom trabalho que já vem sendo realizado, beneficiando as comunidades rurais e reforçando as parcerias dos municípios”, disse Márcia Cristina Freire, coordenadora dos programas de saúde rural do SENAR – AC.

SOBRE O PROGRAMA:  O “Saúde da Mulher Rural” tem como objetivo contribuir para a mudança e melhoria das condições de vida e saúde integral das mulheres do meio rural, com foco prioritário na educação em saúde, prevenção, diagnóstico precoce, vacinação, questões de gênero, violência doméstica, prevenção do câncer do colo do útero, câncer de mama, infecções sexualmente transmissíveis, entre outros.

Já o “Saúde do Homem Rural” tem como foco prioritário a educação em saúde, com prevenção, diagnóstico precoce, vacinação, questões de gênero, violência doméstica, prevenção do câncer de próstata, câncer de pênis e infecções sexualmente transmissíveis.

Através destas ações, é promovido o controle de fatores de riscos que afetam diretamente as mulheres e os homens das comunidades rurais.

Por: ASCOM – Sistema FAEAC/SENAR – AC

Fonte : CNA