Abimaq prevê crescimento na área agrícola

A Abimaq, entidade que representa a indústria de máquinas e implementos do país, prevê crescimento moderado nas vendas internas de máquinas agrícolas nos próximos anos, considerando que os bons resultados obtidos em 2011 tinham bases baixas de comparação, reflexo da crise na temporada 2008/09. A expectativa é diferente daquela manifestada pela Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), que no início do mês previu estabilidade nas vendas de tratores e colheitadeiras.

Em 2011, o faturamento com máquinas agrícolas cresceu 34% ante 2010, para R$ 10 bilhões. O cálculo é do Departamento de Economia e Estatística da Abimaq. Segundo Celso Casale, presidente da Câmara Setorial de Máquinas e Implementos Agrícolas da Abimaq, a performance de 2011 se deve aos preços das commodities ainda elevados. "O produtor está capitalizado e sabe que precisa investir em mecanização". A meta para 2012 é repetir o crescimento de vendas de 2011, de 10% a 15%. A demanda maior deve vir da pecuária bovina e do segmento de grãos, especialmente soja e milho, prevê Casale.

Fonte: Valor | Por Carine Ferreira | De São Paulo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.