Abertura oficial do plantio de soja será em Mato Grosso

Projeto Soja Brasil realiza programação de dois dias na sede da Embrapa em Sinop, para marcar início do plantio no país

Bruna Machado

Divulgação

Foto: Divulgação / MAPA

Evento marca a semeadura da oleaginosa na região Médio Norte de Mato Grosso

O Brasil se prepara para plantar mais uma safra recorde de soja, e alta produção se consegue com tecnologia. Esse é o principal tema das discussões na abertura oficial do cultivo no país, que ocorrerá na Embrapa Agrossilvipastoril em Sinop, Mato Grosso, na tarde  do dia 26 de setembro, com a presença de autoridades e dos principais líderes do agronegócio nacional. A realização é do Projeto Soja Brasil, que preparou uma agenda que começa no dia anterior, 25, com um workshop reunindo pesquisadores e produtores rurais. Serão três fóruns para debater desafios tecnológicos: produtividade, expansão de área e combate a novas pragas e doenças.
– Esta abertura é importante para o Mato Grosso, porque a soja é a principal cultura do Estado. O evento marca a semeadura da oleaginosa  na região Médio Norte do Estado. Por causa da grande quantidade de chuvas no período, o plantio é antecipado na região e inicia logo após o fim do vazio sanitário – explica o chefe geral da Embrapa Agrossilvipastoril, João Flávio Veloso Silva.
Mato Grosso é o principal produtor de soja do país. E a abertura oficial do cultivo da oleaginosa não poderia ser em outro Estado. Em 2012 foi realizada em Sorriso. E, desta vez, o município  de Sinop foi escolhido por ter força no agronegócio. A cidade tinha, até o começo dos anos 2000, a madeira como principal recurso econômico. Agora, além do material, o comércio e a agricultura ganharam força.

– Sinop foi escolhida como local de realização do evento em função de ser um importante pólo de produção de soja no país e uma das primeiras regiões a fazer o plantio. Além disso, fazer essa solenidade na Embrapa Agrossilvopastoril significa valorizar o trabalho de pesquisa na integração lavoura – pecuária – floresta, uma caminho para a sustentabilidade das lavouras brasileiras – explica o  diretor de Conteúdo do Canal Rural, Julio Cargnino. O Canal Rural  vai transmitir ao vivo os fóruns e a abertura oficial do plantio.
De acordo com o consultor associado de Safras & Mercado, Flávio França Júnior, a previsão para a safra nacional 2013/2014 é de 29 milhões de hectares plantados (cerca de 4% a mais em comparação com a safra anterior). Com a falta de chuvas nos Estados Unidos e consequente queda da expectativa da safra no país divulgada pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) em agosto, o preço do grão subiu, e a área plantada no Brasil pode ser ainda maior. O potencial brasileiro da safra 2013/2014 é positivo e deve ultrapassar 88 milhões de toneladas. O aumento chega a 7% em relação à safra passada (82 milhões de t.).
A solenidade faz parte da segunda edição do Projeto Soja Brasil, que acompanha a safra 2013/2014, desde o planejamento do plantio até a colheita. O evento é  uma realização do Canal Rural, da Associação Brasileira dos Produtores de Soja (Aprosoja Brasil) e do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso (Senar MT). O apoio regional é da Aprosoja de Mato Grosso, do Sindicato Rural de Sinop e da Prefeitura Municipal de Sinop. O projeto conta com coordenação técnica da Embrapa e consultoria de Safras & Mercado. O patrocínio é  de Basf, Intacta,  Mitsubishi Motors e New Holland, com apoio de Yara Brasil Fertilizantes.
Os fóruns temáticos e a abertura oficial do plantio poderão ser acompanhadas também na internet pelo site C2Rural e pelo site especial do projeto no portal RuralBR.  O internauta poderá participar pela página do projeto no Facebook. Também já está disponível um aplicativo gratuito para download em tablets e smartphones, com novidades, notícias, previsão do tempo, cotações e muito mais.

Expedição começa em outubro

A partir de outubro, duas equipes com jornalistas do Canal Rural, pesquisadores da Embrapa, consultores da Safras & Mercado e especialistas da Aprosoja Brasil percorrerão mais de 40 mil quilômetros em 13 Estados brasileiros, visitando lavouras e abordando temas como clima,  mercado,  sementes e controle de pragas e doenças. Produtores, líderes do setor, trabalhadores nas lavouras, profissionais da área e estudantes terão a oportunidade de acompanhar de perto as novidades e os desafios de mais um cultivo. Em Mato Grosso, instrutores do Senar MT levarão capacitação aos trabalhadores rurais.

RURALBR

Fonte: Ruralbr

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *