A PARTIR DESTA QUARTA-FEIRA! – Tereza Cristina inicia agenda de encontros na Índia para promover comércio

De acordo com o Ministério da Agricultura, está prevista a assinatura de uma declaração conjunta para cooperação em saúde animal e melhoramento genético

 na índia

Já nesta quarta-feira, Tereza Cristina deve se encontrar com ministros da Índia. Foto: Alan Santos/PR

A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, inicia nesta quarta-feira, 22, a agenda de compromissos na Índia, que tem como objetivo ampliar o comércio. Em nota, a pasta diz que Tereza Cristina irá se encontrar com Harsimrat Kaur Badal (ministra do Processamento de Alimentos), Giriraj Singh (ministro da Pecuária, Pesca e Lácteos), Narendra Singh Tomar (ministros da Agricultura e Bem-Estar dos Agricultores) e Ram Vilas Paswan (ministro de Abastecimento, Alimentos e Distribuição Pública).

Está prevista a assinatura de uma declaração conjunta para cooperação em saúde animal e melhoramento genético. A cooperação, com duração de três anos, prevê que a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) oferecerá capacitação para técnicos indianos em fertilização in vitro e transferência de embriões, além de apoiar a instalação e operacionalização de um Centro de Excelência em Pecuária de Leite na Índia.

“Oportunidades na área de energia é o tema de outra agenda com empresários. A ministra participará ao lado do ministro Bento Albuquerque, de Minas e Energia. Uma das pautas é o apoio do Brasil para o aumento da produção de etanol na Índia”, disse a pasta.

  • No dia 27, último dia da agenda naquele país, Tereza Cristina estará na abertura do seminário Índia-Brazil Business Forum, que terá a presença do presidente Jair Bolsonaro e mais ministros brasileiros. O evento é organizado pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), pelo Ministério das Relações Exteriores (MRE) em parceria com o governo e entidades empresariais indianas.

    Conforme o ministério, em 2019, as exportações agropecuárias para a Índia somaram US$ 676 milhões.

    Por Estadão Conteúdo

    Fonte : Canal Rural