A Expointer e os rumos do futuro

Enfim chegamos a agosto que reserva para seus dias finais mais uma Expointer, a maior feira de agronegócio da América Latina. E, sendo a maior vitrine do setor, é sempre o momento em que as organizações do setor anunciam novidades, o governo faz novas promessas, enfim, o agromercado se reorganiza e aponta novos rumos. Até aqui a marca promete ser a crescente abertura do agronegócio gaúcho para o mundo por sua resposta positiva aos desafios da macroeconomia nacional.
A Expointer 2013 promete atrair um número inédito de investidores internacionais, cada vez mais interessados no agronegócio gaúcho. O momento favorável de commodities, como a soja, responsável pelo incremento da renda em muitas cidades do interior gaúcho, possibilita cada vez mais o intercâmbio e cooperação tecnológica com outros mercados interessados tanto na agricultura como na pecuária de excelência, seus bovinos de raças britânicas e ovinos de alta rentabilidade, ainda que a ovinocultura padeça por conta do abigeato. A irrigação e a agricultura de precisão repetindo uma tendência dos últimos anos prometem ter grande destaque. No Estado, os investimentos privados em irrigação só não são maiores por conta da deficiência da segurança pública, atualmente incapaz de conter os roubos de equipamentos de irrigação em propriedades do Interior com grandes prejuízos nas regiões Fronteira-Oeste e Campanha Central. Seria oportuno que o governo estadual anunciasse medidas de combate aos crimes rurais, como abigeato e roubo de equipamentos em fazendas, caso contrário a frustração será grande.
A Expointer deste ano tem tudo para ser o coroamento de uma safra recorde facilitada por um clima bom e uma conjuntura positiva para o campo, mas que não fique somente na celebração. Que haja também enfrentamento dos gargalos, alinhamento de rumos e definições efetivas visando ao sucesso das próximas safras e um ciclo virtuoso do campo para os próximos anos.
Presidente do Sindicato Rural de São Gabriel e vice-presidente da Farsul

Fonte: Jornal do comércio | Tarso Francisco Pires Teixeira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *