500 produtores testam Intacta

Rendimento extra à produtividade média chega a 6,59 sacas de soja<br /><b>Crédito: </b> yasuyoshi chiba / afp / cp

Rendimento extra à produtividade média chega a 6,59 sacas de soja
Crédito: yasuyoshi chiba / afp / cp

Com previsão de liberação de venda da semente de soja com a tecnologia Intacta RR2 PRO na safra 2012/2013, a Monsanto trabalha no aval de importadores. Segundo o gerente Nacional de Licenciamentos da Monsanto, André Buran, apesar das licenças para uso no Brasil terem sido obtidas em 2010 na CTNBio, é preciso a aceitação comercial de clientes internacionais, especialmente China e Europa.
Os testes estão a todo vapor no país. Na safra 2011/2012 ocorreram em áreas de 500 produtores, de 275 municípios, ocupando um hectare por propriedade. A Intacta mantem a tolerância ao glifosato, presente na RR, com extras de proteção contra quatro lagartas que atacam a oleaginosa e tem potencial aumento de produtividade.
Nestas experiências, em condições ideais, o rendimento adicional à média tem sido de 6,59 sacos por hectare. A média de produtividade das variedades em uso no Brasil varia de 35 a 45 sacas/ha. Também foi identificada redução média de 3,2 aplicações de defensivos no controle das lagartas. Assim, o benefício médio por hectare, considerando a redução de custo de R$ 70,13 e o ganho de R$ 276,78 com a colheita extra, chegaria hoje a R$ 346,91. A partir disso, foi estabelecido o preço ao produtor: R$ 115,00 por hectare, considerando 50 kg/ha, ou 7,5% na moega. Dentre as oito empresas, a Coodetec (PR) foi a primeira a fechar o contrato de licenciamento comercial. Também devem assinar CCGL, Grupo DonMario, Nidera, Igra, Embrapa, TMG e Syngenta.

Fonte: Correio do Povo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *