.........

Vinho cosmopolita

.........

Em tempos de discussões acaloradas sobre a necessidade ou não de uma salvaguarda para proteger o mercado brasileiro da invasão de vinhos estrangeiros, a serra gaúcha dá uma lição de cosmopolitismo e mostra que confia na qualidade do seu vinho.
Organizada pela Associação Brasileira de Enologia (ABE), a sexta edição do Concurso Internacional de Vinhos do Brasil reúne em Bento Gonçalves 514 amostras de vinhos, de 17 países, que disputam medalhas de prata e ouro, em avaliações às cegas conduzidas por 55 degustadores brasileiros e estrangeiros. O evento é reconhecido internacionalmente.
Tenho o prazer de fazer parte desse júri, que deve concluir seus trabalhos até sexta. Na última edição do concurso, em 2010, um vinho da Serra (Dall Agnol Superiore) levou uma Gran Medalha de Ouro, a premiação máxima. A julgar pela maioria das amostras que temos provado, não seria surpresa se esse feito se repetisse neste ano.

Fonte: Zero Hora | OLHAR DO CAMPO | Irineu Guarnier Filho