.........

Venda de fertilizantes alcança 24,5 milhões de toneladas em 2010

.........

As vendas de fertilizantes, em 2010, totalizaram 24,5 milhões de toneladas no país. O resultado representa crescimento de 9,4%, em relação ao registrado no mesmo período de 2009, com 22,4 milhões de toneladas. Os Estados que se destacaram nas entregas foram: Mato Grosso, com 4 milhões de toneladas, São Paulo (3,5 milhões de toneladas) e Minas Gerais (3,1 milhões de toneladas). Os números foram apresentados nessa segunda, dia 14,  em Brasília.

Dados da Associação Nacional para Difusão de Adubos (Anda) apontam que a produção de fertilizantes alcançou 9,3 milhões de toneladas em 2010, contra 8,3 milhões de toneladas em 2009. A variação equivale a crescimento de 11,5%. Já as importações, atingiram 15,2 milhões de toneladas, nos 12 meses do ano passado, sendo 38,6% superior ao alcançado em 2009, com 11 milhões de toneladas.

No setor de defensivos, as vendas alcançaram R$ 10,7 bilhões, no período de janeiro a novembro de 2010. O resultado representa queda de 5%, se comparado ao mesmo período de 2009, com R$ 11,4 bilhões. Para 2011, a expectativa do setor privado é que as entregas ao consumidor final cheguem a R$ 12 bilhões.

No segmento de herbicidas, houve crescimento nos mercados de cana, algodão e arroz. No de fungicidas, os destaques foram para os setores de soja, café, trigo, horti-fruti, citros e batata. Já no de inseticidas, houve aumento nas culturas de soja, algodão, cana, citros, feijão, batata e tomate. As informações são do Sindicato Nacional da Indústria de Produtos para Defesa Agrícola (Sindag).

Fiscalizações

As fiscalizações de fertilizantes em 2010 alcançaram 731 mil toneladas. Do total, 59,8 mil toneladas foram apreendidas devido a problemas nas embalagens e à declaração incorreta da quantidade de nutrientes nos rótulos. O número mostra que 91,8% dos produtos estavam dentro dos padrões.

Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento