.........

Valor da produção bate recorde no Brasil

.........

O Valor Bruto da Produção (VBP) das 20 principais lavouras do país deverá alcançar o recorde de R$ 227,7 bilhões em 2012, segundo estimativa divulgada ontem pelo Ministério da Agricultura. Em relação à projeção de agosto, o novo número é quase 3% maior. Na comparação com 2011, o aumento é de 0,8%. Ainda que modesta, esta é a primeira alta na comparação com o ano passado, quando o VBP foi o maior da série histórica até agora (R$ 226 bilhões, já com os valores deflacionados pelo IGP-DI da FGV de agosto).

A correção na estimativa do ministério foi determinada pelas disparadas de soja e milho, grãos que no primeiro semestre pressionaram o VBP para baixo em razão da quebra da safra no Sul, em decorrência da estiagem provocada pelo La Niña. Esse fator colaborou para sustentar as cotações internacionais e domésticas de ambos nos primeiros meses deste ano, mas os saltos rumo a níveis históricos aconteceram a partir do fim do primeiro semestre, quando a produção americana deste ciclo 2012/13 começou a ser prejudicada também por uma severa seca.

Para a soja, carro-chefe do campo brasileiro, o ministério passou a prever VBP de R$ 66,6 bilhões em 2012, 7,2% mais que o estimado em agosto e 16,4% acima de 2011. No caso do milho, a projeção foi corrigida para R$ 33,7 bilhões, com aumentos de 6,2% e 28,4%, respectivamente. Mesmo assim, o milho deverá perder para a cana, cujo VBP que passou a ser projetado em R$ 39,6 bilhões, praticamente o mesmo patamar da estimativa de agosto e valor 4,9% inferior ao calculado para 2011. Somados, os VBPs de soja, cana e milho deverão atingir quase R$ 140 bilhões, ou 61,4% do total projetado. Em 2011, a fatia do trio foi de 55,3%.

© 2000 – 2012. Todos os direitos reservados ao Valor Econômico S.A. . Verifique nossos Termos de Uso em http://www.valor.com.br/termos-de-uso. Este material não pode ser publicado, reescrito, redistribuído ou transmitido por broadcast sem autorização do Valor Econômico.
Leia mais em:

http://www.valor.com.br/empresas/2825870/valor-da-producao-bate-recorde-no-brasil#ixzz26GCMwLMl

Fonte: Valor | Por Fernando Lopes | De São Paulo