.........

Valor da produção agrícola atinge recorde de R$ 227,7 bilhões em agosto

.........

Segundo coordenador do Ministério da Agricultura, número é 0,8% maior que o estimado para o ano passado

Jean Pimentel / Agencia RBS

Foto: Jean Pimentel / Agencia RBS

VPB em agosto ficou em R$ 227,7 bilhões

A alta recente dos preços das commodities agrícolas reverteu a tendência de queda do Valor Bruto da Produção (VBP), que reflete o faturamento obtido na comercialização dos principais produtos cultivados pelos agricultores brasileiros. Segundo cálculos do coordenador de planejamento estratégico do Ministério da Agricultura, José Garcia Gasques, o VPB estimado em agosto ficou em R$ 227,7 bilhões, valor 0,8% acima do estimado para o ano passado e o maior da série construída desde 1997.
Gasques afirmou que três fatores principais influenciaram na recuperação do VBP: a seca que provocou quebras de safra nas regiões Sul e Nordeste do Brasil, a estiagem nos Estados Unidos e a grande expansão da produção brasileira de milho, que superou a de soja.
— Esses fatores afetaram os preços agrícolas, especialmente os de soja e de milho, e também a produção, que sofreu quebras acentuadas de alguns alimentos como soja, milho e feijão — explica Gasques.
Os levantamentos mostra que entre os produtos que tiveram melhor desempenho se destacam oalgodão (37,1%), milho (28,4%), soja (16,4%) e feijão (9,4%). Entre os produtos que apresentaram resultados desfavoráveis no faturamento neste ano os piores desempenhos foram registrados para a laranja (-50,7%), tomate (-50,2%), batata inglesa (-44,2%), mandioca (-17,7%), cacau (-15,7%), trigo (-15,2%) e arroz (-14,1%).

Agência Estado

Fonte: Ruralbr