.........

Valor da produção brasileira em 2010 é de R$ 166,8 bilhões

.........

O valor de produção das 20 principais lavouras brasileiras deve fechar 2010 em R$ 166,8 bilhões. Em termos reais, o resultado é 0,92% superior aos R$ 165,26 bilhões obtidos em 2009. O levantamento consolidado em setembro pela Assessoria de Gestão Estratégica do Ministério da Agricultura (AGE/Mapa) mostra que essa estimativa é a segunda maior da série histórica iniciada em 1997, inferior apenas aos R$ 173, 1 bilhões registrados em 2008. O estudo do chamado Valor Bruto da Produção (VBP) calcula o valor da produção antes de sair da fazenda, sem levar em consideração custos de transporte e inflação, por exemplo.

O coordenador de Planejamento Estratégico, José Gasques, afirma que o valor da produção deste ano está praticamente definido. “Resta apenas o fechamento dos resultados das lavouras de inverno, em especial o trigo. As lavouras de verão, que representam a maior parte do valor da renda da agricultura brasileira, têm seus resultados quase encerrados em 2010”, explica.

buying prescription drugs online align=”justify”>Os melhores resultados para o VBP, em 2010, são os da banana, cana-de-açúcar, laranja, café e cebola, que representam 39,2% do valor total da produção do país.  O aumento real do valor de produção do café foi 23,9 %; da cebola, 97, 38 %; e da laranja, 20,0%.

Os resultados de 2010 refletem a combinação de uma safra elevada, acompanhada de preços baixos para os principais produtos agrícolas produzidos no Brasil. No conjunto de lavouras analisadas, oito comprar reductil online apresentaram, este ano, preços reais (já descontada a inflação) maiores do que os obtidos em 2009. São elas: banana (7,9%), batata inglesa (13,6%), café (7,9%), cana-de-açúcar (8,9%), cebola (83,2%), laranja (15,6%), pimenta-do-reino (17,1%) e tomate (7,4%). Por outro lado, tiveram quedas acentuadas de preços arroz (- 11,0 %), milho (- 16,6%), soja (- 20,3%) e uva (- 29,7%). “Esses quatro produtos representam 41,3% do valor da produção em 2010 e impactam diretamente o valor da produção neste ano”, ressalta Gasques.

Valor por região

O VBP das cinco regiões brasileiras apresenta um comportamento diferenciado. No Norte, Sudeste e Sul, os resultados são positivos, com aumentos satisfatórios. O bom desempenho das lavouras de café foi decisivo para Minas Gerais, e os da cana-de-açúcar, para a economia de São Paulo.

No Sul, os maiores destaques foram Paraná e Santa Catarina. No Paraná, os resultados obtidos com a soja e o milho são responsáveis pelo acentuado aumento do valor da produção neste ano, embora outros produtos como fumo e batata inglesa também tenham obtido resultados muito bons. Em Santa Catarina, os aumentos de preço e de produção da cebola têm sido decisivos nos resultados do estado.

Os resultados negativos no Centro-Oeste, especialmente em Mato Grosso e Goiás, foram motivados pelos baixos preços de milho e soja. Em Goiás, a queda do valor da produção também tem sido afetada pelos resultados do tomate, cujo valor da produção caiu 22,7% em relação a 2009. (Eline Santos)

Confira os resultados do Valor Bruto da Produção e os dados regionais.

Fonte: Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento