.........

Vaivém – Sojicultor paranaense consegue o triplo da produtividade média do país

.........

 

Sertaneja, PR: Plantil de soja em Sertaneja, no norte do Parana. (Foto: Mauro Zafalon/Folhapress) ***MERCADO***

Plantio de soja no norte do Paraná

Estacionada em 50 sacas por hectare nos anos recentes, a produtividade média de soja subiu para 55 nesta safra 2016/17 no Brasil.

Dá para ir bem mais longe, segundo Nery Ribas, presidente do Cesb (Comitê Estratégico Soja Brasil).

Ele vê essa possível expansão nacional com base nos números obtidos por 5.500 produtores que participaram de um desafio de produção, promovido pelo Cesb.

Neste ano, o produtor Marcos Seitz, de Guarapuava (PR), foi o campeão do desafio, estabelecendo o recorde de 149 sacas por hectare.

Essa produtividade elevada é conseguida em áreas com um maior cuidado dos produtores.

Em geral, a soja é semeada em até cinco hectares. No desafio deste ano, 100 produtores superaram 90 sacas por hectare.

Ribas acredita que já seja possível transportar o aprendizado desse avanço obtido no desafio de produtividade para áreas comerciais maiores.

O clima desta safra foi importante para a produção de 149 sacas, mas não foi só isso, segundo o presidente do Cesb.

"Essa produtividade vem sendo construída nos últimos anos com cuidados com o solo, arranjo espacial das plantas (quantidade e espaçamento de plantas por metro quadrado) e qualidade genética do produto.

Na safra 2017/18, o desafio de produtividade do Cesb completará dez anos.

*

Queda de preço e crise no setor derrubam valor de produção da pecuária em 5,3% no ano
A lavoura e a pecuária brasileiras vão acumular R$ 546,3 bilhões neste ano em receita, com aumento de 5,3% em relação ao valor financeiro do ano passado.

Essa evolução se deve apenas à agricultura, que vai gerar renda de R$ 376,3 bilhões para os produtores. Se esse volume for confirmado, superará em 11,3% o do ano passado.

Os dados são do Ministério da Agricultura, que aponta, ainda, uma retração de 6% na atividade agropecuária (bovinos, suínos, frango, leite e ovos).

O valor bruto de produção desse setor recua para R$ 170 bilhões neste ano.

A bovinocultura, devido às crises ocorridas no mercado pela Operação Carne Fraca da Polícia Federal e pela delação dos donos da JBS, terá um queda de 5,4% no valor bruto de produção deste ano.

As receitas do setor vão recuar para R$ 67,9 bilhões.

O setor de frango, também afetado pela operação da PF e pela recessão interna da economia, cai 11,1%, com o valor de produção recuando para R$ 48,1 bilhões.

Os produtos de maior impacto para a formação da renda do produtor brasileiro são soja e cana-de-açúcar.

A líder soja, devido à safra recorde, deverá gerar receitas de R$ 117,6 bilhões. Já cana, em recuperação, sobe para R$ 76,8 bilhões, 51% mais. O valor bruto do milho, produto que também tem safra recorde neste ano, será de R$ 51,6 bilhões.

Mauro Zafalon/Follhapress

Por Mauro Zafalon

Vaivém das Commodities

Mauro Zafalon é jornalista e, em duas passagens pela Folha, soma 40 anos de jornal. Escreve sobre commodities e pecuária. Escreve de terça a sábado.

Fonte : Folha