Vaivém – Preço do frango não reage nas granjas de São Paulo

Após a nova fase da Carne Fraca, setor aguarda atitude do consumidor para dar próximos passos

Galinhas em granja na cidade de Charqueada (SP)

Galinhas em granja na cidade de Charqueada (SP) – Rodrigo Paiva – 11.jan.17/Folhapress

Após a deflagração da nova fase da Operação Carne Fraca, ocorrida na segunda-feira (5), o mercado de frango está à espera de uma decisão do consumidor.

Produtor e atacado aguardam uma reação das compras no varejo para conseguir desovar os estoques que têm. A avaliação é de Heloísa Xavier, da JOX Consultoria. Desde o final do ano que as vendas estão lentas.

Segundo Heloísa, o mercado quer avaliar a atitude dos consumidores nos próximos dias. Por ser um período de pagamento de salários, as compras deveriam reagir. Ainda é incerta, porém, a atitude dos consumidores perante as denúncias que afetaram o setor de aves nesta semana. Uma retração do consumidor vai afetar ainda mais o caixa dos produtores.

"O certo é que as vendas ainda não deslancharam, e isso preocupa", diz ela.

Com isso, o preço do frango vivo não reage e permanece nos R$ 2,40 por quilo, mostra a pesquisa diária feita pela consultoria.

Já a saca de milho está em alta nas últimas semanas, trazendo novos custos de produção nas granjas.

Alta do dólar segura preço de commodities no Brasil

Os preços das commodities, após a alta de terça-feira (6), recuaram nesta quarta-feira na Bolsa de Chicago. A queda não afetou, no entanto, a comercialização no Brasil, devido à valorização do dólar.

A negociação interna da soja continua sob o efeito da seca argentina. A queda de produção no país vizinho deu um ganho inesperado para o produtor em plena safra brasileira.

Apesar das previsões de uma produção recorde neste ano —volume próximo de 118 milhões de toneladas—, a saca de soja continua registrando alta.

O mercado de milho também está com elevação de preços. O produtor acredita em uma redução de área de plantio na safra de inverno e consequente alta de preços no segundo semestre. Há uma redução nas vendas, forçando os compradores a pagar mais pelo cereal.

Em Chapecó (SC), a saca de milho teve alta de R$ 6 nos últimos 30 dias, subindo para R$ 36 nesta quarta-feira (7).

Só para mulheres A 3corações, no dia das mulheres, lança um programa de produção de um café especial feito com o produto vindo de fazenda de uma cafeicultora. É uma iniciativa que ocorrerá todos os anos.

Diversidade Na avaliação da direção do Grupo 3corações, as mulheres cada vez mais conquistam espaço no campo e trazem diversidade e sensibilidade para a produção cafeeira.

Vaivém das Commodities

Vaivém das Commodities

Jornalista Mauro Zafalon assina a coluna Vaivém das Commodities. Escreve sobre commodities e pecuária.

Fonte : Folha