USDA vê avanço do plantio de milho nos EUA

A primeira sinalização do Departamento de Agricultura dos EUA (USDA) sobre o plantio de grãos no país na próxima safra (2016/17), cuja semeadura começará nos próximos meses, reforçaram as expectativas de que os mercados globais de soja e milho continuarão bem abastecidos – e que, portanto, as cotações continuarão pressionadas.

Segundo Robert Johansson, economista-chefe do órgão, a área plantada de milho em 36,42 milhões de hectares, ante 35,61 milhões em 2015/16. Para a soja, ele previu 33,39 milhões de hectares, levemente abaixo do ciclo anterior (33,47 milhões). Conforme o USDA, é o trigo que deverá perder mais área. O plantio do cereal deverá cobrir 21,21 milhões de hectares, de acordo com Johansson, em queda de 21,21%.

Também ontem, o USDA informou que, com a queda das commodities e a alta do dólar, as exportações agrícolas dos EUA deverão atingir US$ 125 bilhões em 2016, US$ 14,7 bilhões a menos que em 2015.

Por Fernanda Pressinott e Camila Souza Ramos | De São Paulo

Fonte : Valor