.........

Suinocultores devem abater 10% das matrizes para evitar queda nos preços

.........

Fonte:  Agronotícias

Os criadores de suínos do Sul do Brasil planejam reduzir o número de matrizes em 10% para evitar queda nos preços. A medida já vinha sendo estudada e ganhou defensores depois que a Rússia suspendeu importações do Paraná, Rio Grande do Sul e Mato Grosso (de carne suína, bovina e de frango), na semana passada.

O grupo que pretende reduzir a produção oferece atualmente 10 mil suínos por dia, a maior parte ao mercado interno. O setor alega operar no prejuízo, com perda de até R$ 40 por leitão de 100 quilos. Os suinocultores reivindicam do governo isenção de Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) por 120 dias e oferta de milho com redução do preço praticado pela Companhia Nacional de Abastecimenhto (CONAB). O embargo da Rússia, que alegou problemas sanitários nas regiões exportadoras, vem sendo interpretado como um jogo de mercado.

"A Rússia frequentemente adota essa posição quando quer retornar à mesa de negociação das exportações", disse o secretário estadual da Agricultura e do Abaste­cimento do Paraná, Norberto Ortigara.