.........

Soja puxa aumento das exportações do campo

.........

Apesar de ter recuado 11,6% em fevereiro em relação ao mesmo mês do ano passado, para US$ 5,9 bi, as exportações brasileiras do agronegócio encerraram o primeiro bimestre em alta de 0,9% na comparação com igual período de 2016. E o montante de US$ 11,9 bilhões alcançado no intervalo foi diretamente influenciado pela reação dos embarques de soja e derivados.

Segundo dados da Secretaria de Comércio Exterior (Secex/Mdic) compilados pelo Ministério da Agricultura, os embarques do "complexo soja" (inclui grão, farelo e óleo) somaram US$ 2,7 bilhões em janeiro e fevereiro, 61,3% mais que no primeiro bimestre do ano passado. Isso graças ao aumento da oferta oriunda da safra recorde que está sendo colhida e da própria antecipação da colheita nesta temporada, graças ao clima favorável.

Os embarques de carnes, por sua vez, renderam US$ 2,3 bilhões nos dois primeiros meses deste ano, 18,7% acima do resultado do mesmo período de 2016, um alento em tempos de mercado doméstico mais desfavorável.

Outro segmento que colaborou para o aumento geral das exportações do agronegócio no primeiro bimestre foi o sucroalcooleiro. As exportações de açúcar e etanol também colaboraram para o incremento observado. Atingiram US$ 1,9 bilhão no primeiro bimestre, um aumento de 29,2%.

Por Cristiano Zaia | De Brasília

Fonte : Valor