SOJA COMÉRCIO EXTERIOR – Arco Norte aumenta presença na exportação de soja

Portos de Barcarena e São Luís elevaram participações em 185% e 64%, respectivamente, diz Imea

NOTÍCIAS RELACIONADAS
Graças ao dólar, Brasil pode se tornar maior produtor de soja em 2016/2017
Agronegócio pede extensão de incentivo nos portos
Os portos do Arco Norte, localizados no Norte e Nordeste, estão aumentando cada vez mais sua participação no escoamento da soja de Mato Grosso, pelo fato de a logística ser mais vantajosa aos agricultores do médio-norte e nordeste do estado, que representam 40% da produção. As informações são do Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária (Imea).

Os principais destaques da região são os portos de Barcarena, do Pará, e São Luís, do Maranhão, que aumentaram suas participações em 185% e 64%, respectivamente. Ambos foram os responsáveis por exportar 947 mil toneladas da soja colhida em Mato Grosso em 2015.

Já os portos de Paranaguá e Santos, os principais centros de exportação de produtos agrícolas do país, viram uma redução de 1,5 milhão de toneladas na soja enviada, na comparação com o mesmo período do ano passado.

Para o Imea, a movimentação nos portos do Arco Norte deve aumentar nos próximos anos, melhorando a competitividade brasileira no mercado internacional.

Fonte : Canal Rural