.........

SOJA – Colheita da safra de soja ultrapassa 90% da área em Mato Grosso do Sul

.........

O Estado cresceu 2,4% de área plantada em relação à safra anterior

soja_plantação (Foto: Ernesto de Souza/ Editora Globo)(Foto: Ernesto de Souza/ Editora Globo)

Associação dos Produtores de Soja  (Aprosoja) de Mato Grosso do Sul (MS) divulgou, nesta quarta-feira (22/3), um balanço mostrando que pelo menos sete municípios do MS já finalizaram a colheita da safra de soja 2016/2017. A entidade indica que já foi colhida 91,2% da área da oleaginosa monitorada pelo o Sistema de Informação Geográfica do Agronegócio, ferramenta criada e mantida pela instituição.

Segundo o levantamento, a região Sul já colheu 95,2% da safra e está na frente de outras regiões como norte, onde já foram colhidos 85,4%, e do centro, que tem 84,6 % de sua área colhida. Na safra 2015/2016, o Mato Grosso do Sul teve 2,46 milhões de hectares plantados. No ciclo 2016/2017, estima-se que o Estado possui cerca de 2,5 milhões de hectares plantados, representado um aumento de 2,4% de área em relação à safra anterior.

Além disso, houve um crescimento de 7,4% em relação à projeção da produção dos grãos. Atualmente, estima-se que a produção final chegará a 8,165 milhões de toneladas. Na safra anterior, 2015/2016, o volume obtido foi de 7,601 milhões de toneladas. A produtividade também cresceu 4,9%, antes a projeção era de 51,5 sc/ha e, agora, é estimada em 54 sc/ha.

Milho

A safra de milho também está bem avançada. Até o dia 17 de março, 86,7% da área do grão já havia sido plantada na segunda safra. O sul é a região que tem a maior porcentagem de plantio, são 89,6%, enquanto que o norte está com 84,9% e a região centro está com 81,3% de sua área semeada.

Em relação ao milho da segunda safra, 2016/2017, a Aprosoja/MS estima que o Estado de Mato Grosso tenha uma área plantada de 1,800 milhões de hectares e um volume de aproximadamente 9,180 milhões de toneladas, com produtividade média projetada em 85 sc/ha.

As informações completas do balanço estão disponíveis na íntegra na internet, por meio de cadastro no link, na aba SigaWeb.

POR REDAÇÃO GLOBO RURAL

Fonte : Globo Rural