.........

SOJA – Bolsa de Cereais mantém previsão para soja na Argentina

.........

Áreas com ocorrência de chuvas podem ter perdas, mas sem impacto sobre a produtividade média no país, avalia a instituição em relatório

agricultura_soja_maquina (Foto: Tadeu Vilani/Ed. Globo)

Colheita de soja na Argentina chegou a 98,9% da área nesta semana (Foto: Tadeu Vilani/Ed. Globo)

Com a colheita quase finalizada no país, a Bolsa de Cereais de Buenos Aires mantém sua estimativa de produção de 57,5 milhões de toneladas de soja na safra argentina 2016/2017. O excesso de chuvas em algumas regiões não deve ter impacto significativo sobre a produtividade média nacional a ponto de alterar o volume total a ser retirado do campo.

Nesta quinta-feira (6/7), a Bolsa reportou um avanço de apenas 0,2 ponto percentual na colheita, que chegou a 98,9% da área. A proporção representa 17,85 milhões dos 18,05 milhões de hectares aptos a serem colhidos no país. Nas contas da instituição, já foram retirados das lavouras 57,12 milhões de toneladas do grão.

A superfície ainda por colher está em regiões como o sul de Córdoba, Pampa e nas áreas oeste, centro e sudoeste da província de Buenos Aires. As proporções colhidas nesses locais variam de 94% a 98,6%. Conforme a Bolsa, as chuvas chegaram a interromper o trabalho.

“É provável que parte dessa área seja perdida. Apesar desse aumento previsto nas perdas, essa área não é significativa e a evolução favorável do rendimento médio nacional permite manter nossa projeção de produção”, diz o relatório.

Ao todo, os argentinos plantaram 19,2 milhões de hectares com soja na safra 2016/2017. A perda de áreas estimada até agora é de 1,15 milhão de hectares.

POR RAPHAEL SALOMÃO

Fonte : Globo Rural