.........

SOJA _ Custo da soja em MT recua pela primeira vez na série histórica

.........

A queda do dólar é responsável pela retração, mas Imea prevê grandes desafios, devido à incerteza dos preços para 2018

O cenário é nebuloso para safra de soja 2017/2018 em Mato Grosso, cuja comercialização ainda não começou, ante os 2,6% negociados antecipadamente em março do ano passado. No boletim semanal sobre o mercado de soja, os analistas do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea) observam que os possíveis cenários em torno da rentabilidade da nova safra estão ainda incertos, mas destacam que um aspecto positivo é a queda do custo de produção.

Segundo os analistas, o custo médio ponderado pela comercialização dos insumos recuou pela primeira vez na série histórica do Imea iniciada na safra 2013/2014, “pautado, sobretudo, na queda do dólar”. No entanto, dizem eles, analisando os preços para a safra 2017/2018, a paridade de exportação para março/2018 indica redução nos preços do grão no próximo ano, saindo de R$ 66,19/saca na média do preço de comercialização da safra 2016/2017 até o momento, para R$ 55,71/saca em 2018.

O Imea calcula que devido à retração nos preços seria necessário uma produtividade de 50,6 sacas de soja por hectare para “cobrir” o custo variável da nova safra, “sendo esta a maior produtividade necessária no comparativo com as safras anteriores”. Devido às incertezas em torno tanto dos preços quanto da produtividade, ao que tudo indica, a nova safra tende a apresentar grandes desafios ao produtor, dizem os analistas.

Milho

A nova estimativa do Imea sobre o milho de alta tecnologia para a safra 2017/2018 indica que o custo total da safra ficará em R$ 2.627,28/hectare, trazendo valores abaixo dos que foram vistos na safra 2016/2017, que já foi consolidada a R$ 2.718,55/hectare. “Esse recuo se deve, principalmente, ao reajuste baixista da taxa de câmbio, que pode tornar mais favorável a comercialização de insumos da safra 2017/2018 ao produtor.”

Pelos cálculos do Imea, o ponto de equilíbrio necessário para cobrir o custo variável da safra 2017/2018 de milho está estimado em R$ 19,10/saca, enquanto que para a atual preço seria de R$ 20,73/saca, considerando para ambas uma produtividade média de 110 sacas/hectare. “Como já se sabe, a paridade para julho/2017 vem sendo pressionada para baixo nos últimos meses e, diante disso, é importante que o produtor esteja atento em suas negociações daqui para frente, em vista de que até o momento apenas 38,67% da safra 2016/2017 foi comercializada em MT.”

imea milho custo (Foto:  )

POR REDAÇÃO GLOBO RURAL

Fonte : Globo Rural